O Grêmio só precisou do primeiro tempo para vencer (2 x 0) o Cuiabá e ser semifinalista pela décima quinta vez em 27 participações na Copa do Brasil, em que tentará se igualar ao recordista Cruzeiro, seis vezes campeão. O atacante Diego Souza, carioca de 35 anos, fez os gols, com assistências do ponta Pepê. O primeiro, de cabeça, após cruzamento aos 10 minutos, e o segundo, com chute forte e colocado, aos 42 minutos. Artilheiro do time, ele já marcou 18 gols em 35 jogos em 2020.

RECORDE – O Grêmio entra na semifinal com o recorde de jogos- 187 -, superando o Vasco- 186 -, e como segundo time com mais vitórias – 105 – na Copa do Brasil, só menos uma que o Flamengo, com 106. O time do técnico Renato Portaluppi chegou aos 11 jogos de invencibilidade na Arena Grêmio, ao conquistar a oitava vitória consecutiva na tarde desta quarta (18) sobre o Cuiabá, time de melhor campanha do Mato Grosso, primeiro a entrar nas quartas de final da Copa do Brasil. 

VANDERLEI, Victor Ferraz, Geromel, David Braz e Diogo Barbosa; Darlan (Ferreira), Mateus Henrique (Lucas Silva) e Jean Pyerre (Thaciano); Pepê, Diego Souza (Churin) e Everton (Isaque) – semifinalistas da Copa do Brasil 2020 e visitantes no próximo domingo (22), na Arena Corinthians, na rodada 22 do Campeonato Brasileiro. O Grêmio é sétimo com 32 pontos e o segundo que menos perdeu (3, só mais uma derrota que o São Paulo). O Corinthians é décimo segundo com 25 pontos.

JOÃO CARLOS, Hayner (Jardel), Ednei, Anderson e Romário; Nenê Bonilha (Auremir), Mateus Barbosa e Elvis; Maxwell (Pierini), Willians (Perdigão) e Yago (Lenon)  o Cuiabá teve a estreia do técnico Allan Aal, ex-zagueiro de 41 anos, natural de Paranaguá, cidade mais antiga (1648) do Paraná, a 91 km da capital Curitiba. Ele substitui Marcelo Chamusca, que foi para o Fortaleza. Quarto na Série B, o Cuiabá, nove vezes campeão do Mato Grosso, tenta pela primeira vez entrar na Série A do Campeonato Brasileiro. O Cuiabá havia perdido (2 x 1) o jogo de ida, e com os 2 x 0 no jogo de volta, completou 5 jogos sem vencer, com três derrotas.

Foto: Lucas Uebel/Divulgação Grêmio