Três dias depois de perder a decisão da Copa do Brasil para o Palmeiras, o Grêmio iniciou arrasador a pré-Libertadores e está quase garantido na terceira fase, ao golear (6 x 1) o Ayacucho, do Peru, na noite de ontem (10), na Arena Grêmio. Em sua última temporada no clube, o carioca Diego Souza, de 35 anos, fez o hat-trick, cinco anos depois, e ganhou do árbitro Augusto Aragon, do Equador, a bola do jogo, em que o tricampeão gaúcho já saiu para o intervalo com 4 x 0, com dois de seus três gols.

37 ANOS – O Grêmio repetiu o placar de 6 x 1 na Libertadores depois de 37 anos, imposto à Universidad Los Andes, da Venezuela, na noite da terça, 10 de julho de 1984, no antigo estádio Olímpico, em Porto Alegre, onde é hoje a Arena Grêmio. Tarciso, ex-América, fez dois gols. Macuglia também marcou dois, Caio e o zagueiro uruguaio Hugo de Leon, capitão do time, completaram a goleada, a primeira do técnico Carlos Fronner – 1919 – 2002 -, em sua quinta e última passagem pelo clube.

A VOLTA – O Grêmio fez 4 x 0 em 37 minutos, com David Braz aos 3, Ferreira aos 27 e Diego Souza, aos 31, de pênalti, e aos 40. No segundo tempo, o zagueiro Minzun Quina fez o gol do Ayacucho aos 27. Guilherme Azevedo marcou o quinto aos 33 e Diego Souza completou a goleada aos 40. No jogo de volta, quarta (17), no Estádio Olímpico Atahualpa, em Quito, porque o estádio do Ayacucho não tem iluminação, o Grêmio pode perder por quatro gols.

ADVERSÁRIO – Union Espanhola, do Chile, ou Independiente del Valle, do Equador, será o adversário do Grêmio na terceira fase da pré-Libertadores. O time chileno venceu (1 x 0, gol contra de cabeçpa do lateral Beder Caicedo) o jogo de ida, na noite de ontem (10), no estádio Santa Laura, em Santiago, e se classifica com empate na próxima terça (16), no estádio Rodrigo Delgado, em Quito. O Grêmio dos 6 x 1 da noite de ontem (10) foi Vanderlei, Vanderson, Paulo Miranda, David Braz e Diogo Barbosa (Bruno Cortez); Mateus Henrique (Lucas Silva), Pinares (Thaciano) e Maicon (Isaque); Alisson, Diego Souza e Ferreira.

SANTOS – Com a vantagem do empate no jogo de volta com o Deportivo Lara, na próxima terça (16), na Venezuela, depois de ganhar (2 x 1) na Vila Belmiro, o Santos poderá jogar na segunda fase da pré-Libertadores com San Lorenzo, da Argentina, ou Universidad do Chile. Na noite de ontem (10), em Santiago, foi 1 x 1, e o San Lorenzo se classificará com vitória ou se mantiver 0 x 0, na próxima quarta (17), em seu estádio Nuevo Gasometro, em Buenos Aires.

Foto: Staff Images/Conmebol