Com o 1 x 1 da noite de ontem (20), em Porto Alegre, Grêmio e Atlético Mineiro ajudaram o Flamengo, que terminará a rodada em terceiro, com 55 pontos, a 2 do vice-líder São Paulo e a 4 do Internacional, novo líder com 59, se vencer o Palmeiras, quinto com 51, na noite de hoje (21), no estádio Mané Garrincha, em Brasília. Não só por tirar o Atlético, com 54 pontos, do terceiro lugar, mas por se igualar em vitórias (16) ao Atlético e ao São Paulo, e ficar só com menos uma vitória que o Internacional (17).

A CHANCE – No 1 x 1 com o Atlético, o Grêmio perdeu a chance de somar 54 pontos e ultrapassar Palmeiras (51) e Flamengo (52), como também a de só ter mais um confronto direto, domingo (24), com o agora novo líder Internacional. Foi o décimo quinto jogo do Grêmio em casa, onde só perdeu um (2 x 1 para o Sport) e ganhou nove jogos. Dos 15 empates em 30 jogos, seis foram 0 x 0 e cinco 1 x 1, com o da noite de ontem (20). O Grêmio continua com a defesa menos vazada (25).

VISITANTE – O Atlético se mantém desde o início entre os primeiros, mas não faz boa campanha como visitante em 15 jogos: 7 derrotas, 3 empates (primeiro 1 x 1) e 5 vitórias, a estreia no Maracanã – 1 x 0 no Flamengo -, placar que repetiu no Coritiba e no Athletico Paranaense; 4 x 3 no Atlético Goianiense, e 2 x 1 no Corinthians, em virada fora de casa. Os jogos restantes como visitante serão com Vasco, Goiás, Fluminense e Sport, e no Mineirão, com Santos, Fortaleza, Bahia e Palmeiras (última rodada).

1 x 1 JUSTO – O Atlético foi melhor que o Grêmio no primeiro tempo, pressionando o adversário desde o início, e mereceu a vantagem ao sair para o intervalo, com o gol do meia catarinense Hyoran, de 27 anos, convertendo pênalti que o meia Thaciano cometeu no lateral Arana aos 32 minutos. Hyoran está emprestado pela Chapecoense até o final do Campeonato Brasileiro e o Atlético deve exercer o direito de compra. O Grêmio só empatou aos 40 do segundo tempo, com o gol de Everton, ex-São Paulo.

VISITANTE – O Atlético se mantém desde o início entre os primeiros, mas não faz boa campanha como visitante em 15 jogos: 7 derrotas, 3 empates (primeiro 1 x 1) e 5 vitórias, a estreia no Maracanã – 1 x 0 no Flamengo -, placar que repetiu no Coritiba e no Athletico Paranaense; 4 x 3 no Atlético Goianiense, e 2 x 1 no Corinthians, em virada fora de casa. Os jogos restantes como visitante serão com Vasco, Goiás, Fluminense e Sport, e no Mineirão, com Santos, Fortaleza, Bahia e Palmeiras (última rodada).

1 x 1 JUSTO – O Atlético foi melhor que o Grêmio no primeiro tempo, pressionando o adversário desde o início, e mereceu a vantagem ao sair para o intervalo, com o gol do meia catarinense Hyoran, de 27 anos, convertendo pênalti que o meia Thaciano cometeu no lateral Arana aos 32 minutos. Hyoran está emprestado pela Chapecoense até o final do Campeonato Brasileiro e o Atlético deve exercer o direito de compra. O Grêmio só empatou aos 40 do segundo tempo, com o gol de Everton, ex-São Paulo.

GRÊMIO – Vanderlei, Victor Ferraz (Everton), Rodrigues, Kannemann e Diogo Barbosa; Lucas Silva (Maicon), Thaciano (Pinares), Alisson (Ferreira) e Jean Pyerre; Pepê (Luis Fernando) e Diego Souza. O técnico Renato Portaluppi, único da história do clube, campeão como jogador e técnico da Libertadores, e a ganhar estátua em tamanho natural, na entrada principal da Arena Grêmio, está acertando a renovação do contrato até dezembro, quando completará seis anos seguidos no comando do time.

ATLÉTICO – Everson, Rever (Gabriel), Junior Alonso e Igor Rabelo; Guga, Allan, Hyoran (Borrero) e Arana; Savarino (Alan Franco), Keno (Marrony) e Vargas (Sasha). Enquanto o Grêmio não conseguiu a nona vitória consecutiva em casa, o Atlético Mineiro completou sete anos sem vencer na Arena Grêmio. A última vitória – 1 x 0, gol do atacante Fernandinho – foi no domingo, 15 de setembro de 2013, dia em que o Grêmio comemorava 110 anos. Cuca, hoje no Santos, era o técnico do Atlético, que dois meses antes ganhou sua única Libertadores, e o zagueiro Rever é o único que se mantém titular do time em 2021.

Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA