Em mais uma apresentação ruim, o muito que o Grêmio conseguiu foi escapar da derrota para o Palmeiras, nos acréscimos do jogo de ontem (20), na Arena Grêmio, em Porto Alegre. O Grêmio divide a liderança dos empates com o Botafogo, com 7, e o Palmeiras é o vice-líder com 6. Depois de equilíbrio no primeiro tempo, Zé Raphael fez o belo gol do Palmeiras aos 26, emendando de primeira o cruzamento de Viña, e Ferreira, de cabeça, empatou aos 47, após escanteio de Alisson.

GRÊMIO – Vanderlei, Victor Ferraz, Paulo Miranda, David Braz e Diogo Barbosa; Lucas Silva (Ferreira), Mateus Henrique, Darlan (Isaque) e Robinho (Guilherme Azevedo); Alisson e Diego Souza. Técnico – Renato Portaluppi. Com 7 empates em 10 jogos, o Grêmio é décimo primeiro com 13 pontos  2 vitórias, 1 derrota, saldo de dois gols (9 a 7) – e joga sábado (26) com o líder Atlético, no Mineirão. Antes, pela Libertadores, joga quarta (23), na Arena Beira Rio, com o Internacional.

PALMEIRAS – Weverton, Marcos Rocha, Felipe Melo, Gustavo Gomez e Viña; Gabriel Menino (Bruno Henrique), Ramires (Wesley), Danilo e Raphael Veiga (Victor Hugo); Rony (Gabriel Veron) e Willian (Luiz Adriano). Técnico – Vanderlei Luxemburgo. Único invicto, o Palmeiras é quarto com 18 pontos  4 vitórias, 6 empates, saldo de cinco gols (14 a 9) – e joga domingo (27) com o Flamengo, em São Paulo. Antes, pela Libertadores, joga quarta (23), com o Gurani, do Paraguai, em Assunção.

CINCO CARTÕES – O árbitro Rodrigo d’Alonso Ferreira, de 37 anos, da Federação Catarinense, usou bem o cartão amarelo nas advertências a Victor Ferraz e Alisson, do Grêmio, e Felipe Melo, Viña e Gabriel Menino, em jogo de bom nível disciplinar.

Foto: NordesteOnline