O Gre-Nal que abriu a décima terceira rodada, na noite de ontem (3), na Arena Grêmio (1 x 1), registrou o empate 136 em 428 confrontos dos maiores rivais do futebol gaúcho, com 156 vitórias do Inter e 136 do Grêmio, que tem a vantagem no Campeonato Brasileiro, com 23 vitórias, contra 19 do Inter, e 16 empates. Em 59 jogos na Arena Grêmio, o décimo empate, com ampla vantagem de vitórias do Grêmio (6 a 1). O Inter voltou a fazer gol no Grêmio depois de sete jogos.

SÓ UM TEMPO – Disputado sob chuva, o Gre-Nal só foi bom quando os times voltaram do intervalo com mais disposição, após criarem pouco no primeiro tempo, em que só houve um chute com perigo ao gol, o de Lucas Silva, da entrada da área, que o goleiro Marcelo Lomba defendeu bem. Pepê marcou o gol do Grêmio, aos 8, encobrindo o goleiro, e Tiago Galhardo, ao empatar aos 28, convertendo pênalti que Cortez cometeu com o braço, ampliou a vantagem como artilheiro do campeonato com 10 gols.

14 SEM PERDER – O último gol de jogador do Inter no Grêmio havia sido o de Edenilson, de cabeça, em 9 de setembro de 2018, na vitória (1 x 0). Desde então, em 14 jogos entre ambos, o Inter não voltou a vencer nem a fazer gol no Grêmio, que ampliou a série invicta nos últimos 11 jogos, com 6 vitórias e 5 empates. Bom dizer: o Gre-Nal é disputado desde 1909.

DUAS EXPULSÕES – Pela segunda vez em Gre-Nal, o meia argentino Damian Musto, de 33 anos, foi expulso, aos 25 do segundo tempo, depois de uma cotovelada na cara de Diego Souza. O Internacional é o time com mais expulsões (13, em 36 jogos) em 2020. O lateral carioca Bruno Cortez, de 33 anos, do Grêmio, foi expulso aos 36 do segundo tempo, por um carrinho no zagueiro argentino Victor Cuesta, após o segundo cartão amarelo (o primeiro foi no pênalti com o braço).

GRÊMIO – Vanderlei, Orejuela, Paulo Miranda, David Braz e Bruno Cortez; Darlan (Luis Fernando), Lucas Silva (Diogo Barbosa) e Mateus Henrique; Alisson (Robinho), Diego Souza (Guilherme Azevedo) e Pepê. Técnico –Renato Portaluppi. Com 14 pontos em 12 jogos, o Grêmio tem 2 vitórias, 2 derrotas, e divide com o Botafogo o recorde de 8 empates. Os próximos jogos serão com o Coritiba, quarta (7), na Arena Grêmio, e com o Santos, domingo (11), na Vila Belmiro.

INTERNACIONAL – Marcelo Lomba, Heitor, Moledo, Victor Cuesta e Uendel; Patrick, Musto, Edenilson e Boschilia (William Pottker); Tiago Galhardo e Abel Hernandez (D’Alessandro). O técnico argentino Eduardo Coudet e seu assistente Ariel Broggi foram advertidos com cartão amarelo pelo árbitro Raphael Claus, da Federação Paulista e da FIFA, com boa atuação. O Inter jogará quinta (8) com o Bragantino, em Bragança Paulista, e domingo (11), na Arena Beira Rio, com o Athletico Paranaense.

Foto: Diário de Goiás