Depois de três derrotas consecutivas, o Ceará ganhou (2 x 1) do Grêmio, subiu duas posições e fez o campeão gaúcho, ainda sem vitória, terminar a quinta rodada em penúltimo, à frente do lanterna Vasco, apenas por ter menos saldo negativo de gols: 3 a 7. O Ceará acabou a rodada em décimo segundo com seis pontos, saldo de dois gols (8 a 6), mas só três pontos acima dos dois primeiros da zona de rebaixamento, Avaí e CSA.

NO PRIMEIRO TEMPO – Todos os gols de Ceará 2 x 1 Grêmio foram marcados no primeiro tempo. Com uma assistência preciosa de calcanhar do ex-vascaíno Tiago Galhardo, o meia Ricardinho fez 1 x 0 aos 11 minutos. O Ceará foi bem melhor na maior parte do jogo, com destaque para a atuação do meia Tiago Galhardo, que cruzou na área e o zagueiro Michel, ao tentar o desvio, fez gol contra aos 24 minutos. O gol do Grêmio, aos 31, foi de Everton, com assistência de Alisson.

CEARÁ – Richard (Diogo Silva), Samuel Xavier, Valdo, Luis Otávio e João Lucas; Fabinho, Ricardinho, Fernando Sobral e Tiago Galhardo (Pedro Ken); Leandro Carvalho (Rick) e Bergson. Técnico – Enderson Moreira, que já estava sob ameaça de demissão após as derrotas consecutivas para Cruzeiro (1 x 0), Atlético Mineiro (2 x 1) e Goiás (2 x 1). O próximo jogo do Ceará será com o Avaí, domingo (26), no estádio da Ressacada, em Florianópolis.

GRÊMIO – Paulo Victor, Leonardo, Geromel, Michel e Juninho Capixaba (Pepê); Rômulo (Marinho), Mateus Henrique e Thaciano; Alisson (Felipe Vizeu), André e Everton. Técnico – Renato Gaúcho. O próximo jogo do campeão gaúcho será domingo (26) com o Atlético Mineiro, na Arena Grêmio.

NOVE CARTÕES – O árbitro Igor Benevenuto, da Federação Mineira, aplicou nove cartões em Ceará 2 x 1 Grêmio. Seis foram os advertidos do Grêmio: Marinho, Juninho Capixaba, Pepê, Alisson, Everton e Mateus Henrique. Os três do Ceará, João Lucas, Fabinho e Pedro Ken.

Foto: Bol Uol