Escolha uma Página

O GRÊMIO venceu o Huachipato por 1 x 0, gol de Diego Costa, de cabeça, aos seis minutos do 1º tempo, na noite chuvosa de ontem (4), no estádio CAP, em Talcahuano, no Chile, garantiu a classificação para as oitavas de final e será 1º do Grupo C, se vencer o eliminado Estudiantes de La Plata, sábado (8), em Curitiba.

COM A 3ª VITÓRIA consecutiva, o Grêmio garantiu o 2º lugar do Grupo C com 9 pontos, e se vencer o Estudiantes, será 1º, e o Fluminense, 1º do Grupo A, jogará com o The Strongest, na altitude de 3.600 metros de La Paz. Mas, se empatar, o Grêmio terminará em 2º, pelo saldo de gols, e será adversário do Fluminense.

O GRÊMIO poderia ter saído para o intervalo com uma goleada. Depois do gol de cabeça de Diego Costa, logo aos seis minutos, manteve a pressão e acertou três bolas na trave do Huachipato, em chutes de Pepê aos 23, Soteldo aos 36 e Cristaldo, de falta, aos 41 minutos.

O GRÊMIO soube suportar a pressão do Huachipato no segundo tempo, com atuação segura dos zagueiros Rodrigo Ely e Kannemann, e do bom goleiro argentino Agustin Marchesin, com pelo menos quatro defesas daquelas chamadas de impossíveis. O time chileno também acertou a trave, em chute de Montes.

O TIME QUE GARANTIU a vaga no mata-mata das oitavas de final, mantendo a esperança do quarto título da Libertadores: Agustin Marchesin, João Pedro, Rodrigo Ely, Kannemann e Reinaldo; Dodi, Pepê (Du Queiroz) e Cristaldo (Carballo); Galdino (Natan, depois Gustavo Nunes), Diego Costa e Soteldo (Gustavo Martins).

    OUTRA BOA VITÓRIA GAÚCHA

NA COPA SUL-AMERICANA, o Internacional venceu o Tomayapo por 2 x 0, gols do meia carioca Bruno Gomes e do atacante argentino Lucas Alario, no estádio IV Centenário, da cidade boliviana de Tarija, a 879 km da capital La Paz. O Inter será 2º do Grupo C, se vencer o Delfin, do Equador, sábado (8), no estádio Alfredo Jaconi, do Juventude, em Caxias do Sul, na Serra gaúcha.

O BELGRANO, da Argentina, classificou-se em 1º, invicto, 3 vitórias, 3 empates, saldo de 4 gols (7 a 3). Delfin e Internacional estão iguais em pontos (8), vitórias (2), empates (2), derrota (1), mas o Delfin marcou mais gols que o Inter (9 a 5), daí ter a vantagem do empate para ser 2º do grupo e disputar os playoffs da Sul-Americana.

Foto: Correio do Povo / Guillermo Salgado / AFP / CP