Escolha uma Página

O GRÊMIO teve retorno auspicioso à Libertadores, goleando o The Strongest por 4 x 0, na noite desta 4ª feira (29), no estádio do Coritiba, após um mês sem jogar, devido às enchentes no Rio Grande do Sul. Em seu último jogo, o Grêmio havia vencido o Estudiantes por 1 x 0, em La Plata, na Argentina, dia 23 de abril.

COM A GOLEADA, o Grêmio devolveu em dobro o 2 x 0 que o The Strongest lhe havia imposto em La Paz, e com menos dois jogos, ficou a 4 pontos do time boliviano, que lidera o Grupo C com 10 pontos. No outro jogo da noite, o Estudiantes foi eliminado por 4 x 3 pelo Huachipato, vice-líder com 8 pontos.

O GRÊMIO JÁ VENCIA no 1º tempo com o gol do venezuelano Soteldo, aos 14 minutos, e na volta do intervalo acentuou o domínio e chegou à goleada, com o lateral João Pedro logo aos 5 minutos, Galdino aos 21 e Gustavo Nunes aos 44. Os 25 mil torcedores aplaudiram o time de pé após o jogo. R$2.100.400,00.

O TIME DA GOLEADA: Marchesin, João Pedro, Rodrigo Ely, Kannemann (Carballo) e Reinaldo; Dodi, Pepê e Cristaldo (Du Queiroz); Galdino (Gustavo Nunes), Diego Costa (Galvão) e Soteldo (Nathan). O técnico Renato Portaluppi resumiu: “Alivia um pouco a dor que todos nós gaúchos estamos sentindo”.

DEPOIS DE MAU COMEÇO, em que sofreu duas derrotas sem fazer gol – 2 x 0 para o The Strongest, em La Paz, e 2 x 0 para o Huachipato, em Porto Alegre – o Grêmio ganhou a segunda sem sofrer gol, com 4 x 0 esta noite no The Strongest, após 1 x 0 no Estudiantes, na Argentina. O Grêmio ainda pode se classificar em 1º no Grupo C.

NA RETOMADA do Campeonato Brasileiro, o Grêmio, 12º com 6 pontos, voltará a jogar sábado (1) no estádio Couto Pereira, do Coritiba, com o Bragantino, 8º com 9 pontos, pela 7ª rodada. O Grêmio tem dois jogos atrasados, da 5ª rodada como mandante com o Criciúma, e da 6ª rodada como visitante com o Atlético Mineiro.

DEPOIS DE CONTRATAR o zagueiro Jemerson, ex-Atlético Mineiro, o Grêmio está acertando com outro zagueiro, Rodrigo Caio, que saiu do Flamengo após 152 jogos e 11 títulos nas últimas cinco temporadas, em que foi duas vezes campeão brasileiro e da Libertadores.

Fotos: Albari Rosa/AFP, Correio do Povo, Getty