A vitória do Grêmio por 1 x 0 na noite de ontem (19) aumentou para 11 pontos a vantagem do líder Atlético Mineiro, com 35, sobre o Flamengo, terceiro com 34, que tem menos três jogos. O gol foi do atacante colombiano Miguel Borja, de cabeça, aos 46 minutos do primeiro tempo, que teve a chance do segundo gol, ao bater pênalti defendido por Diego Alves aos 51 minutos do segundo tempo. Borja é do vice-líder Palmeiras, emprestado até o final do campeonato.

PIOR ATUAÇÃO – Depois de grandes desempenhos e de nove goleadas de 4, 5, 6 x 0, o Flamengo sofreu a sexta derrota, terceira como mandante (2 x 3 Bragantino, de virada, e 0 x 4 Internacional), e o que foi tão ruim quanto, sem criatividade e em ritmo lento. O time não soube sair da marcação do Grêmio, que ocupou bem os espaços e teve muita rapidez nos contra-ataques, como no lance em que Ferreira fez o cruzamento para Borja completar de cabeça.

ÚLTIMA VEZ – O Flamengo não perdia para o Grêmio desde o sábado, 9 de setembro de 2014, na última rodada do turno do Brasileiro. O técnico era o mesmo, Luiz Felipe Scolari, e o placar foi o mesmo, 1 x 0, gol de Luan, hoje no Corinthians, aos 46 do segundo tempo, diante de 51.858 pagantes no Maracanã. A derrota de ontem (19) foi a segunda do técnico Renato, sem o time fazer gol, após 14 vitórias e 1 empate, com 50 gols a favor e 12 contra.

ATLÉTICO 3 x 0 – No jogo 200 do técnico Cuca, o líder Atlético aumentou para 13 a série invicta. Juntos pela primeira vez, Diego Costa fez 1 x 0 e Hulk marcou o segundo gol. O terceiro dos 3 x 0 no Sport, no Mineirão, foi do chileno Vargas, de pênalti. O Atlético tem 45 pontos em 20 jogos – 14 vitórias, 3 empates, 3 derrotas, saldo de 19 gols (32 a 13) – e faz terça (21), em São Paulo, o primeiro jogo da semifinal da Copa do Brasil com o Palmeiras.

PALMEIRAS 2 x 0 – Com os gols de Raphael Veiga e Luiz Adriano, que não marcava há três meses, o Palmeiras venceu fácil por 2 x 0 a lanterna Chapecoense, que completou três meses sem vencer em sua Arena Condá. Com 38, o vice-líder está a 7 pontos do líder Atlético e a 4 do Flamengo, terceiro com 34. O Palmeiras faz o clássico da rodada 26 como visitante na Arena Corinthians, sábado (25). Sexto, com 30 pontos, o Corinthians só empatou (1 x 1) com o América Mineiro.

SÃO PAULO 2 x 1 – O São Paulo subiu quatro posições e se afastou bem da zona de rebaixamento, terminando a rodada em décimo segundo com 25 pontos, ao vencer (2 x 1) o Atlético Goianiense. Rigoni e Luciano fizeram os gols, e Matias Barbosa, o dos goianos. O São Paulo volta ao Morumbi, quarta (22) com o América Mineiro, jogo atrasado da última rodada do turno, e sábado (25), recebe o líder Atlético Mineiro.

NOVO ARTILHEIRO – O meia Edenilson é o novo artilheiro do Brasileiro 2021, com nove gols, ao marcar o da vitória (1 x 0) do Internacional sobre o Fortaleza, ontem (19), no único jogo da manhã, na Arena Beira Rio. A árbitra Edina Batista expulsou o lateral argentino Saravia, do Inter, e o atacante David. O Inter é sétimo com 29; o Fortaleza, quarto, com 33 pontos. Bom lembrar: no turno, na Arena Castelão, o Fortaleza goleou o Inter por 5 x 1.

ESCORREGOU – Nem de pênalti o Santos conseguiu fazer gol desde que o técnico paulistano Fabio Carille assumiu. O atacante Marinho escorregou na cobrança e o jogo da noite de sábado (18), em Fortaleza, com o Ceará, ficou no 0 x 0, o vigésimo quarto do Brasileiro 2021. O Santos é décimo terceiro com 25 pontos e o Ceará, décimo quarto com 24. 

CUIABÁ x FLUMINENSE – O jogo que completa a rodada na noite de hoje (20), na Arena Pantanal, pode mexer na classificação. Décimo com 27 pontos, o Cuiabá, se vencer, pode subir três posições, ultrapassando Athletico Paranaense (27), Fluminense (28) e Corinthians (30). Oitavo com 28 pontos, o Fluminense subirá duas posições, em caso de vitória, ultrapassando Internacional (29) e Corinthians (30). 

Foto: Portal do Gremista