O Grêmio fechou o primeiro domingo (9) de agosto do Campeonato Brasileiro de 2020 como segundo mandante a vencer na rodada de abertura, com o gol de bico de Diego Souza, aos 44 do primeiro tempo, após bela troca de passes entre Alisson e Isaque, sob os olhares da defesa do Fluminense. Carioca de 35 anos, revelado no Fluminense, Diego Souza é o único em todas as 18 edições dos pontos corridos, desde 2003, vice-artilheiro com 108 gols, menos 39 que Fred (147).

BEM IGUAL – Os times não fizeram boa estreia. O Grêmio foi mais atento na marcação e aproveitou bem a melhor chance. O Fluminense foi mais efetivo no primeiro tempo, mas parou em boas defesas do goleiro Vanderlei, principalmente nos dois primeiros lances do jogo na Arena Grêmio. Na volta do intervalo, o técnico tentou melhorar o Fluminense, mas as entradas de Fred, Fernando Pacheco e Miguel nada acrescentaram. A defesa do Grêmio marcou bem e soube se impor.

417 JOGOS – Com o gol, Diego Souza completou 417 jogos e é, junto com o já aposentado Paulo Baier, décimo primeiro artilheiro do Campeonato Brasileiro, em que só ganhou o título em 2013 no Cruzeiro. Diego Souza atuou em todos os grandes do Rio: Fluminense, 60 jogos; Flamengo, 33 jogos, em 2005-06, emprestado pelo Benfica; Vasco, 86 e Botafogo, 41. Além do Cruzeiro, jogou também no arquirrival Atlético, e no Palmeiras e São Paulo.

VANTAGEM – O Grêmio confirmou a ampla vantagem nos jogos em Porto Alegre com o Fluminense: 24 vitórias, só 8 derrotas e 6 empates. No Brasileiro, 17 vitórias, só 7 derrotas e 4 empates. O técnico Renato Gaúcho vai efetivar Pepê, após a saída de Everton para o Benfica, e acredita que o Grêmio poderá voltar a comemorar o título brasileiro, que só ganhou em 81 e 86. Já o Fluminense, campeão em 70, 84, 2010 e 2012, vai tentar vaga na Sul-Americana, como disse, sem otimismo, o próprio presidente do clube.

GRÊMIO – Vanderlei, Orejuela (Deivid Braz), Geromel, Kannemann e Cortez; Lucas Silva (Thaciano), Maicon (Tiago Neves) e Alisson; Isaque (Darlan), Diego Souza (Luciano) e Pepê. Finalista do Campeonato Gaúcho, que decidirá em dois jogos com o Caxias, o Grêmio faz o próximo jogo do Brasileiro, quarta (12), no Castelão, com o Ceará, campeão da Copa do Nordeste, que estreou perdendo (3 x 2) para o Sport.

FLUMINENSE –Muriel, Igor Julião, Nino, Lucas Claro e Egídio; Yuri Lima (Michel Araújo), Dodi e Yago Felipe (Miguel); Nenê (Wellington Silva), Evanilson (Fernando Pacheco) e Marcos Paulo (Fred). O técnico Odair Hellmann analisa mudanças no time para o próximo jogo, quarta (12), no Maracanã, com o Palmeiras, campeão paulista depois de doze anos.

NA ABERTURA do Campeonato Brasileiro de 2020, quatro dos dez jogos não foram realizados: Palmeiras x Vasco, Corinthians x Atlético Goianiense e Botafogo x Bahia, pela participação dos times em negrito nas finais dos estaduais, e Goiás x São Paulo, em virtude de nove, entre dez jogadores do Goiás, testarem positivo nos exames da Covid-19. Três visitantes venceram, sem sofrer gol: Fortaleza 0 x 2 Athletico Paranaense; Coritiba 0 x 1 Internacional, e Flamengo 0 x 1 Atlético Mineiro

DOS TRÊS MANDANTES, só o Santos não ganhou, cedendo o empate (1 x 1) ao Bragantino, nos minutos finais, na Vila Belmiro. O Flamengo perdeu (1 x 0) para o Atlético Mineiro, no Maracanã, e o único a vencer, com retorno feliz à Série A, foi o Sport, que na Ilha do Retiro, fez 3 x 2 no Ceará, campeão da Copa do Nordeste. Bom lembrar: o Flamengo havia sofrido a última derrota no Maracanã, em 1 de dezembro de 2018, para o Athletico Paranaense (2 x 1).

Foto: Lucas Merçon/FFC