O Grêmio só precisa do empate na próxima quarta (18), em Porto Alegre, para disputar a semifinal da Copa do Brasil com São Paulo ou Flamengo, depois de ganhar (2 x 1) do Cuiabá, na noite de ontem (11), na Arena Pantanal, na capital do Mato Grosso. Na quinta vitória consecutiva do tricampeão gaúcho, que tenta se igualar ao Cruzeiro, maior campeão da Copa do Brasil com seis títulos, todos os gols foram marcados no primeiro tempo. O Cuiabá participa pela primeira vez das quartas de final.

ARTILHEIRO – O Grêmio fez 1 x 0 logo aos 8 minutos, com o gol de cabeça de Diego Souza, artilheiro do time na temporada com 15, após cruzamento sob medida do lateral Vitor Ferraz. Também de cabeça, Willians empatou aos 19, depois do cruzamento preciso do lateral Hayner. O gol da vitória foi de Jean Pyerre, aos 39, convertendo o pênalti, muito claro, de Anderson em Pepê, atingido por um carrinho. O árbitro Vinícius Dias, da Federação Paulista, marcou no ato e confirmou após rever na tela do VAR.

OITO SEM PERDER – Com a quinta vitória consecutiva, o Grêmio completou oito jogos sem perder – 6 vitórias, 2 empates – na Copa do Brasil, Libertadores e Campeonato Brasileiro. Time que ganhou do Cuiabá: Vanderlei, Vitor Ferraz, Geromel, David Braz e Cortez; Lucas Silva, Mateus Henrique (Diogo Barbosa) e Jean Pyerre (Thaciano); Ferreira (Everton), Diego Souza (Churin) e Pepê (Paulo Miranda). O técnico Renato Portaluppi disse: A vantagem do empate em casa é pequena, mas é vantagem.

O GRÊMIO, com 30 pontos em 19 jogos, pode subir no máximo três posições e terminar a terceira rodada do returno do Campeonato Brasileiro em quinto lugar, desde que vença o Ceará no próximo sábado (14), na Arena Grêmio, em Porto Alegre. O Cuiabá decidirá sábado (14) a vice-liderança da Série B com o América Mineiro, na Arena Pantanal. Iguais em vitórias (10), empates (6) e derrotas (4), o América tem vantagem no saldo de gols (2). A liderança é da Chapecoense, com 44 pontos.

INTER PERDE – Na volta do técnico Abel Braga, o Internacional perdeu (1 x 0) para o América Mineiro, na Arena Beira Rio, em Porto Alegre. O atacante paulista Rodolfo, de 28 anos, 1,82m, emprestado pelo Capivariano, usou a cabeça para fazer o gol, aos 13 do primeiro tempo, após cruzamento do lateral Diego Ferreira. Com seis gols, Rodolfo divide a artilharia da Copa do Brasil com Leo Gamalho, do CRB de Maceió, e Nenê, do Fluminense, já eliminados.

FOI AO DELÍRIO – Dentro do seu habitual estilo extravagante, o técnico Lisca, de 48 anos, gaúcho de Porto Alegre, foi ao delírio na comemoração do gol do América Mineiro, que assumiu em fevereiro de 2020. Ele pulou, gritou, ajoelhou-se fora da área técnica e ficou com a cara molhada ao abrir três copos de água mineral. Pela primeira vez, o América está disputando as quartas de final da Copa do Brasil, depois de eliminar o Corinthians, com 1 x 0 em São Paulo e 1 x 1 em Belo Horizonte.

TERCEIRA VEZ – O Internacional se classifica se vencer por dois gols na próxima quarta (18), no estádio Independência, em Belo Horizonte. O empate é do América e vitória do Inter por um gol leva a decisão aos pênaltis. É a terceira vez que os times decidem vaga na Copa do Brasil: em 1998, o América eliminou o Inter, que deu o troco em 2013. Líder do Campeonato Brasileiro, com 36 pontos, o Internacional jogará sábado (14), na Vila Belmiro, com o Santos, sexto colocado com 31 pontos.

Foto: Copa do Brasil