O Grenal – maior clássico do futebol gaúcho – pode ser a final inédita da Copa São Paulo de 2020, sábado (25), no Pacaembu, se o Grêmio vencer o Oeste, na segunda semifinal, na noite desta quarta (22), depois que o Internacional eliminou (3 x 1) o Corinthians, maior campeão do torneio com 10 títulos, na noite desta terça (21), na Arena Barueri.

22 ANOS DEPOIS o Internacional disputará a sexta final. Das cinco decisões, só perdeu (2 x 1) a primeira, em 1972, para o Nacional, de São Paulo, a única disputada pelo notável apoiador Paulo Roberto Falcão. Dois anos depois, o Inter ganhou a primeira Copinha, ao derrotar (2 x 1) a Portuguesa, da capital paulista, na final de 1974.

NOS PÊNALTIS – O Inter voltou a ser campeão em 1978, ganhando do Corinthians – 5 x 4 nos pênaltis -, após 0 x 0 em 120 minutos. Em 1980, o Inter obteve sua vitória mais categórica em finais da Copa, com 3 x 0 sobre o Atlético Mineiro, em 1980. Foi a primeira Copinha com a participação de um time estrangeiro, o Providencia, do México.

O CAPITÃO – O Inter ganhou a Copinha pela última vez em 1998, de novo nos pênaltis (4 x 3) depois de 1 x 1 em 120 minutos com a Ponte Preta. Bom lembrar: o capitão era Lúcio, zagueiro da seleção campeã do mundo em 2002, desde então a última que o Brasil ganhou, e o técnico do Inter era Guto Ferreira, hoje aos 54 anos, dirigindo o Sport.

3 x 1 MERECIDO – O Internacional mereceu a vitória (3 x 1) sobre o Corinthians porque foi superior do início ao fim. Já saiu para o intervalo com 1 x 0, gol de Guilherme Pato, que aos 4 do segundo tempo deu o passe para Mateus Monteiro fazer 2 x 0. O terceiro gol foi o mais bonito da noite, marcado por Nicolas, no ângulo, aos 31. Ruan fez o gol do Corinthians, de falta, aos 42.

OS FINALISTAS – Emerson Júnior, Lucas Mazetti (Volnei), Tiago, Carlos Eduardo e Murilo (Thális); Praxedes, Leonardo e Cesinha; Guilherme Pato (Nicolas), Mateus Monteiro (Lucas Ramos) e Caio. Técnico – Fábio Matias. Bom lembrar: o Internacional havia sido eliminado em oito semifinais e o Corinthians, em três.

OESTE E GRÊMIO, semifinalistas da noite desta quarta (22), eliminaram os finalistas de 2019: o Oeste venceu (2 x 1) o campeão São Paulo, e o Grêmio ganhou (4 x 3, nos pênaltis) do Vasco, após 1 x 1 no tempo normal.

TERCEIRA VEZ – Se a final de 2020 da Copa São Paulo for Grêmio x Internacional, será a terceira da história do maior torneio sub-20 entre times não-paulistas. A primeira, em 1971, foi Fluminense 4 x 3 Botafogo, nos pênaltis, depois de 4 x 4 em 120 minutos. A segunda, em 1996, foi América Mineiro 2 x 1 Cruzeiro.