Escolha uma Página

O FLAMENGO TEVE A FELIZ IDEIA de estampar os rostos do lateral Filipe Luis e do zagueiro Rodrigo Caio, nos ingressos do último jogo que disputarão com a camisa do clube, domingo (3), no Maracanã, com o Cuiabá, pela penúltima rodada do Campeonato Brasileiro de 2023. Rodrigo Caio deverá continuar jogando em 2024 pelo Internacional, mas Filipe Luis vai encerrar a carreira, e iniciar a de treinador nas divisões de base do clube.

RODRIGO CAIO, de 30 anos (17/8/1993), natural de Dracena, mesorregião de Presidente Prudente, a 650 km da capital paulista, iniciou a carreira aos 12 anos, na base do São Paulo, com Lucas Moura e Casemiro, e estreou como profissional em 2011, dirigido por Paulo Cesar Carpegiani. Foram 277 jogos e 13 gols em oito anos no São Paulo, campeão da Copa Sul-Americana de 2012. O jogo de domingo (3) com o Cuiabá será o 150º, o último com a camisa do Flamengo.

RODRIGO CAIO sai do clube depois de ganhar onze títulos, de campeão carioca, brasileiro e sul-americano, e agradecido ao apoio dos dirigentes e torcedores, que sempre o trataram bem. Na seleção brasileira, a passagem marcante com a conquista da primeira medalha de ouro nos Jogos Rio 2016: “Um dos jogos inesquecíveis da minha carreira”.

FILIPE LUIS, de 38 anos (9/8/1985), catarinense de Jaraguá do Sul, formou-se na base do Figueirense e foi bicampeão estadual de 2003-2004, quando se transferiu para o Ajax, maior campeão da Holanda. Destacou-se em 136 atuações no Deportivo La Coruña, entre 2006 e 2010, quando foi comprado pelo Atlético de Madrid, campeão espanhol em 2013-14, que defendeu em 334 jogos. No londrino Chelsea, campeão inglês com 26 jogos, em 2014-15.

AO INICIAR A CARREIRA de técnico, Filipe Luis pretende ensinar o que aprendeu jogando e com os bons técnicos que teve, entre eles o argentino Diego Simeone, do Atlético de Madrid. Na seleção brasileira, desde 2009, 44 jogos e boas atuações, como na Copa América de 2019, que ganhou sob o comando de Tite, seu técnico no último jogo da carreira. Filipe Luis e Rodrigo Caio merecem carinho e aplausos na despedida, neste primeiro domingo (3) de dezembro de 2023, no Maracanã.

Fotos: UOL e Gávea News