INGLATERRA E BRASIL FARÃO JOGO HISTÓRICO, em fevereiro de 2023, diante de 90 mil espectadores, capacidade máxima do estádio de Wembley, em Londres. Será a primeira Finalíssima do futebol mundial feminino, entre as campeãs da Europa e da América do Sul, repetindo a primeira Finalíssima masculina Argentina 3 x 0 Itália.

A INGLATERRA CONTINUA COMEMORANDO a Eurocopa feminina, que ganhou na final com a Alemanha por 2 x 1, na prorrogação, no domingo (31), diante de 87.192 pagantes, maior público da história dos campeonatos europeus, masculino e feminino. O outro recorde registrado foi o da audiência da televisão do Reino Unido.

MAIS DE 18 MILHÕES DE BRITÂNICOS deram à tradicional BBC de Londres a maior audiência de 2022 da televisão, superando o recorde de 14 milhões da transmissão das comemorações dos 70 anos de reinado de Elizabeth II, em junho. Os jornais  aumentaram muito o espaço, quase triplicando, para registrar a conquista inglesa.

MILHARES DE INGLESES COMEMORARAM ontem (1) a vitória, na Trafalgar Square, praça mais famosa do Centro londrino, aplaudindo as campeãs; a técnica Sarina Weigman; a capitã Leah Williamson e as artilheiras Chole Kelly e Ella Toon. O príncipe William e sua filha, a princesa Charlotte, de 7 anos, participaram da festa.

ENTRE OS PRESENTES, o histórico atacante Geoffrey Hurst, hoje aos 80 anos, único a marcar três gols em uma final de Copa do Mundo, que a Inglaterra ganhou por 4 x 2, na prorrogação com a Alemanha, na decisão do domingo, 30 de julho de 1966, no então chamado Estádio Imperial de Wembley. 

AS CAMPEÃS EUROPEIAS também receberam mensagens de Harry Kane, do Tottenham e da seleção, artilheiro da Copa do Mundo de 2018, e do ex-atacante David Beckham, hoje aos 47 anos, primeiro inglês com mais de 100 jogos na Champions, e único campeão em quatro países diferentes.

O TÍTULO EUROPEU DO FUTEBOL FEMININO contagiou de tal forma os ingleses, que mais de 120 meninas são esperadas, só neste mês de agosto, para praticar o esporte nas escolinhas dos clubes. A 9ª Copa do Mundo feminina será disputada de 20 de julho a 20 de agosto de 2023, simultâneamente na Austrália e na Nova Zelândia.

Foto: Olimpíada todo dia