UM MAGNATA DO PETRÓLEO sorriu, ao pagar 2.600 mil dólares (R$13.360 mil), no leilão do ingresso mais caro do futebol mundial, para assistir na noite de hoje (18), na tribuna do estádio Rei Fahd, em Riad, capital da Arábia Saudita, ao amistoso da estreia de Cristiano Ronaldo no Al Nassr, com o PSG de Messi, Neymar e Mbappé.

MAIS DE 2 MILHÕES DE TORCEDORES, dos quase 40 milhões de habitantes da Arábia Saudita, tentaram ingresso para o jogo, de acordo com as plataformas online, e os organizadores comentaram com bom humor que o estádio só recebe 65 mil… Arquirrivais, Al Nassr e Al Hilal formarão um combinado para o jogo com o PSG.

O TÉCNICO MARCELO GALLARDO, sem clube desde dezembro, quando saiu do River com 12 títulos, após oito anos, dirigirá o combinado saudita e será homenageado pelos 47 anos que completa hoje (18). O capitão do combinado será Cristiano Ronaldo, que fará 38 anos no primeiro domingo (5) de fevereiro. 

MESSI E CRISTIANO RONALDO disputaram 36 confrontos, entre 2008 e 2020, no auge da rivalidade Barcelona x Real Madrid, com 16 vitórias de Messi, 10 de Cristiano Ronaldo e 10 empates, com 22 gols de Messi e 21 de Cristiano Ronaldo. Eles garantem que, apesar da rivalidade, fizeram e souberam manter boa amizade.

O ÚLTIMO CONFRONTO foi amargo para Messi, que viu Cristiano Ronaldo fazer dois de pênalti nos 3 x 0 da Juventus sobre o Barcelona, 3ª feira, 8 de dezembro de 2020. A Juventus tirou a invencibilidade de 38 jogos do Barcelona – 34 vitórias, 4 empates -, que não perdia em casa, na Champions, desde 23/4/2013 (4 x 0 para o Bayern). 

COM FORTUNA equivalente a R$10 bilhões, e muitos dos patrocinadores mais valiosos do mundo, Cristiano Ronaldo faz hoje (18) o primeiro jogo de 2023, iniciando a 23ª temporada como profissional, desde 2002 no Sporting de Lisboam depois de ser o primeiro a marcar gol em cinco Copas do Mundo (2006 a 2022).

MESSI, RECORDISTA DE 778 jogos, 672 gols e 35 títulos pelo Barcelona, de 2004 a 2021, ganhou como capitão o título que lhe faltava de campeão do mundo. No PSG, com 23 gols em 53 jogos, Messi já ganhou duas taças e tem a renovação de contrato acertada, pelo menos até junho de 2025, quando completará 37 anos.

CLÁSSICO DECIDE SUPERCOPA DA ITÁLIA

ARQUIRRIVAIS, Milan e Inter decidem hoje (18), no estádio de San Siro, a Supercopa da Itália. Sete vezes vencedor,  a última em 2016, o Milan tricampeão em 92-93-94, tem mais um título que a Inter, campeã pela última vez em 2021. A Juventus é recordista com nove títulos, incluídos os dois consecutivos de 2002-2003 e 2013-2014.

Foto: ESPN e Metrópoles