O Internacional assumiu pela primeira vez a liderança do Brasileirão 2018, com 46 pontos, igual ao São Paulo, que perdeu (1 x 0) para o Atlético Mineiro, em Belo Horizonte, pela vantagem de apenas um gol no saldo (17 x 16), ao vencer (2 x 1) o Flamengo, na noite de ontem (5), na Arena Beira Rio, em Porto Alegre. Inter e São Paulo têm 13 vitórias, 7 empates e 3 derrotas, e o Inter marcou 30 gols, sofrendo 13 (saldo 17), e o São Paulo fez 35 e sofreu 19 (saldo 16).

FLAMENGO EM QUEDA – Duas coisas aconteceram com o Flamengo, em queda, pela primeira vez no Brasileirão 2018: o time completou três jogos sem vencer e sofreu a segunda derrota consecutiva. O Flamengo vinha de empate (2 x 2) com o América Mineiro, em Belo Horizonte; derrota (1 x 0) para o Ceará, no Maracanã, e com a derrota (2 x 1) da noite de ontem (5) para o Internacional, pode sair do G4, se o Grêmio, com 40 pontos, vencer o Santos, nesta quinta (6), no Pacaembu.

FALHA NO GOL – O Internacional aproveitou a falha do zagueiro Léo Duarte, logo no início, para fazer 1 x 0 aos cinco minutos. O Flamengo não fez bom primeiro tempo, mas na volta do intervalo conseguiu o empate aos 11 minutos, com o primeiro gol de Vitinho, em chute de fora da área. O Inter estava há 742 minutos sem sofrer gol.

LOMBA BRILHOU – A reação do Internacional foi imediata e Rodrigo Dourado usou a cabeça para fazer o gol da vitória, aos 13 minutos, após o escanteio batido sob medida pelo uruguaio Nico Lopez. O Flamengo tentou o empate, mas parou em pelo menos quatro boas defesas de seu ex-goleiro Marcelo Lomba.

CARIOCA de 31 anos, 1,88m, Lomba assumiu a posição com a contusão de Danilo Fernandes, que só deve voltar em 2019. Formado na base do Flamengo, Lomba foi quatro vezes campeão carioca, em 2007, 2008, 2009 e 2011, e campeão brasileiro em 2009. Emprestado ao Bahia em 2012, está no Inter desde 2016.

SETE EM CASA – Das 13 vitórias, o Internacional conseguiu sete no Beira Rio, onde ainda não perdeu: 2 x 0 no Bahia; 3 x 0 na Chapecoense e no Botafogo; 3 x 1 no Vasco; 1 x 0 no Ceará e no Paraná, e 2 x 1 no Flamengo. E os 0 x 0 com Cruzeiro, Sport e Palmeiras. Domingo (9), o Beira Rio estará superlotado no clássico com o Grêmio. De arrepiar.

QUARTA FORA – Foi a sexta derrota do Flamengo, quarta como visitante, depois de perder da Chapecoense (3 x 2), Grêmio (2 x 0) e Atlético Paranaense (3 x 0). O Flamengo volta ao Maracanã, sábado (8), para o jogo com a Chapecoense, que caiu para o penúltimo lugar, com 22 pontos, ao empatar (1 x 1) com o lanterna Paraná.

BOA SUBIDA DO PALMEIRAS – Com a quinta vitória e dois empates, desde que Luiz Felipe Scolari assumiu, o Palmeiras subiu ao terceiro lugar com 43 pontos, ao ganhar (2 x 0) do Atlético Paranaense, na noite de ontem (5), diante de 25 mil torcedores, na Allianz Arena, em São Paulo. Willian aos 25 e Moisés, de pênalti, aos 49, fizeram os gols no segundo tempo, na nona derrota do Atlético.

DEPENDE DO GRÊMIO – O Palmeiras só não termina a rodada em terceiro se o Grêmio ganhar nesta quinta (6) do Santos, no Pacaembu. Se o Grêmio vencer, ficará igual ao Palmeiras em vitórias (12), empates (7) e derrotas (4), mas em vantagem no saldo de gols. 

RESERVAS – Scolari já antecipou que escalará os reservas do Palmeiras no clássico do próximo domingo (9), na Allianz Arena, com o Corinthians, que demitiu o técnico Osmar Loss – voltará a ser assistente-técnico -, após a derrota (2 x 1) da noite de ontem (5), em Fortaleza, para o Ceará.

GOL CONTRA DERRUBA SÃO PAULO – Pelo segundo jogo consecutivo, o São Paulo sofreu gol contra, ao perder (1 x 0) para o Atlético Mineiro, na noite de ontem (5), no estádio Independência, em Belo Horizonte, que recebeu 21 mil torcedores. O gol contra foi do lateral-direito Régis, logo aos oito minutos, depois que o goleiro Sidão também falhou. O São Paulo empatou (1 x 1) com o Fluminense, domingo (2), no Morumbi, com gol contra do zagueiro Anderson Martins.

POR UM GOL – Com a terceira derrota, o São Paulo ficou igual ao Internacional em pontos (46), vitórias (13), empates (7) e derrotas (3), mas perdeu a liderança por um gol: 17 x 16, com 35 a favor e 19 contra, enquanto o Inter marcou 30 e sofreu 13.

SEXTO – Com 11 vitórias, o Atlético Mineiro manteve o sexto lugar com 38 pontos e saldo de 10 gols (38 x 28), tendo o melhor ataque do Brasileirão 2018. O Atlético só jogará na próxima segunda (10), completando a rodada 24 com o Atlético Paranaense, no estádio Independência, em Belo Horizonte. O São Paulo receberá o Bahia, sábado (8), às 19 horas, no Morumbi.

Foto: Ricardo Duarte