Com outra atuação boa do ex-vascaíno Tiago Galhardo, que fez o gol da vitória aos oito do primeiro tempo, o Internacional assumiu a liderança com 12 pontos ao derrotar (1 x 0) o Atlético Mineiro, na noite deste sábado (22), mas o Vasco, com 9 pontos, pode recuperar o primeiro lugar, se vencer o Grêmio, neste domingo (23), nem que seja só por um gol, em São Januário. O saldo do Inter é de 6 gols (8 x 2) e o do Vasco, de 6 (7 x 1).

SEGUNDA – O Internacional aproveitou bem o segundo jogo consecutivo em sua Arena Beira Rio e conseguiu a segunda vitória consecutiva, depois de 3 x 0 no Atlético Goianiense. O meia-atacante Tiago Galhardo, que havia feito dois gols, repetiu a boa atuação, e marcou mais um, com toque de categoria na saída do goleiro, após boa tabela com o meia Patrick, carioca de 28 anos, que jamais jogou em time do Rio. Tiago Galhardo, de 31 anos, mineiro de São João del Rei, foi do Bangu, Botafogo e Vasco.

SUBINDO – Foi a quarta vitória em cinco jogos do Internacional, que só sofreu gol na virada (2 x 1) que levou do Fluminense, no Maracanã. Antes do 1 x 0 no Atlético Mineiro, o Internacional havia ganho do Coritiba (1 x 0), na estreia, como visitante, e de 3 x 0 do Atlético Goianiense, em Porto Alegre. Foi um confronto de técnicos argentinos, com Eduardo Coudet, de 45 anos, impondo a segunda derrota consecutiva a Jorge Sampaoli, de 60 anos, que havia perdido a invencibilidade para o Botafogo.

BOM LEMBRAR – Depois de iniciar com três vitórias – 1 x 0 no Flamengo, 3 x 2, de virada, no Corinthians, e 2 x 0 no Ceará -, o Atlético Mineiro perdeu a invencibilidade para o Botafogo e sofreu a segunda derrota consecutiva para o Internacional, no jogo 70 entre ambos, desde 1971, pelo Campeonato Brasileiro, com 32 vitórias do Inter e 21 do Atlético. Com 9 pontos, o time mineiro pode perder a vice-liderança, se o Bahia, com 7, ganhar do Ceará, ou o Santos, com 7, vencer o Palmeiras.

INTERNACIONAL – Marcelo Lomba, Saravia, Zé Gabriel, Victor Cuesta e Moisés; Rodrigo Lindoso, Edenilson, Patrick (Rodrigo Moledo) e Boschilia (D’Alessandro); Marcos Guilherme (Damian Musto) e Tiago Galhardo (Peglow). O Internacional ficou empatado em vitórias (5 x 5) com o Atlético Mineiro, nos últimos 10 confrontos, sem nenhum empate.

ATLÉTICO MINEIRO – Rafael, Rever, Junior Alonso e Igor Rabelo (Franco); Mariano, Jair (Sasha), Allan, Hyoran (Bruno Silva) e Guilherme Arana; Marrony (Marquinhos) e Keno (Savarino). O técnico Sampaoli alterou o esquema com três zagueiros aos 25 do segundo tempo, ao substituir Igor Rabelo por Franco, mas o rendimento do time não melhorou. O Atlético inicia quarta (23) a decisão do Campeonato Mineiro com o Tombense, que fará o segundo jogo em casa por ter somado mais pontos.

Foto: UOL Esporte