O Internacional, do técnico carioca Abel Braga, venceu (2 x 0) o Ceará, na noite desta quinta (7), na Arena Castelão, em Fortaleza, e é o novo vice-líder do Campeonato Brasileiro, com 50 pontos, ao ultrapassar o vice-líder Atlético Mineiro (49) e o Flamengo (49), que caiu para o quarto lugar, com menos uma vitória que o Atlético. Com os gols no segundo tempo – Caio Vidal aos 8 e Yuri Alberto aos 32 -, o Internacional não teve Tiago Galhardo, artilheiro do campeonato, que cumpriu suspensão. Bom lembrar: no turno, em Porto Alegre, o Inter também ganhou por 2 x 0.

BOA SUBIDA – Com a quarta vitória consecutiva, após 2 x 1 no Botafogo e no Bahia, e 2 x 0 no Palmeiras, o Internacional subiu do quinto para a vice-liderança, com 50 pontos em 28 jogos – 14 vitórias, 6 derrotas, 8 empates, saldo de 17 gols (43 a 26) -, e seis de seus últimos 10 jogos serão em casa, os dois próximos com Goiás e Fortaleza, antes de jogar com o líder São Paulo, dia 20 no Morumbi. Os outros em casa com Grêmio, Bragantino, Sport e Corinthians, na última rodada, e como visitante, com Athletico Paranaense, Vasco e Flamengo, na penúltima rodada.

O RECORDE – Foi a sexta vitória em oito jogos de Abel Braga, que completou 329 jogos na volta ao Internacional, e está perto de se tornar técnico recordista da história de 111 anos do clube, superando Francisco Duarte (Teté) – 1907 – 1962 -, técnico em 337 jogos, entre 1951 e 1960, e foi tricampeão gaúcho em 51-52-53. Oficial do Exército, Teté foi goleiro e passou a ser chamado de Marechal das Vitórias, após dirigir a seleção gaúcha, que representou o Brasil, campeã do Pan-Americano em 1956 no México.

HISTÓRICO – Abel Carlos da Silva Braga, virginiano de 1 de setembro de 1962, é um nome marcante da história de 118 anos do Sport Club Internacional, campeão da Libertadores e do Mundial de clubes no mesmo ano (2006). Na decisão sul-americana, ganhou do São Paulo, de Muricy Ramalho – 2 x 2 no Morumbi e 2 x 1 no Beira Rio -, e na final com o campeão da Europa, o todo-poderoso FC Barcelona, dirigido pelo holandês Frank Riijkard, venceu por 1 x 0 no estádio de Yokohama, no Japão.

VICE-LÍDERES – Marcelo Lomba (Daniel), Rodinei, Rodrigo Moledo, Victor Cuesta e Moisés; Rodrigo Dourado, Edenilson, Patrick e Praxedes (Rodrigo Lindoso); Caio Vidal (Abel Hernandez) e Yuri Alberto (Leandro Fernandez) – os novos vice-líderes do Brasileiro 2020, sob a orientação segura e inteligente de Abel Braga. O Internacional disputará os dois próximos jogos na Arena Beira Rio, em Porto Alegre, domingo (10), com o Goiás, e no domingo seguinte (17) com o Fortaleza.

CEARÁ – Mesmo com a décima derrota em 28 jogos – 9 vitórias, 9 empates -, o Ceará, do técnico paulista Guto Ferreira, manteve o décimo primeiro lugar com 36 pontos, mas passou a ter saldo negativo de 1 gol, com 39 sofridos. O time tentará a reabilitação no jogo de domingo (10) com o Flamengo, que caiu para o quarto lugar. O Ceará precisa de 9 pontos nos 9 jogos restantes para obter a vaga, pela primeira vez, na fase pré-Libertadores da América.

NOVO TÉCNICO – A novidade desta quinta (7) no futebol cearense foi a contratação de Enderson Moreira, mineiro de 49 anos, novo técnico do Fortaleza, quarto time que vai dirigir nos últimos 12 meses, após treinar Cruzeiro, Ceará e Goiás. Contratado com a saída de Rogerio Ceni para o Flamengo, o técnico Marcelo Chamusca foi demitido pelo Fortaleza, que após o 0 x 0 entre Atlético Goianiense e Vasco, caiu uma posição e terminou a rodada em décimo sexto com 31 pontos em 28 jogos.

Fotos: Diário de Goiás