Participando de três competições simultâneas de alto nível, o Internacional terminou o turno do Campeonato Brasileiro na liderança, está nas oitavas de final da Libertadores, e na noite de ontem (3) se classificou às quartas de final da Copa do Brasil, que quer voltar a ganhar depois de 28 anos, quando venceu (1 x 0) o Fluminense, na decisão de 1992, em Porto Alegre. O Inter foi outra vez superior ao Atlético Goianiense e repetiu o placar (2 x 1) da semana passada no Estádio Olímpico de Goiânia.

ARTILHEIRO – O jogo da noite de ontem (3), na Arena Beira Rio, só melhorou no segundo tempo, com a entrada de Tiago Galhardo, artilheiro do Campeonato Brasileiro (15 gols), que logo aos 10 minutos marcou seu primeiro gol na Copa do Brasil. O Inter só ampliaria a vantagem aos 32, quando o lateral-direito Rodinei finalizou de canhota, de fora da área: “Foi o gol mais bonito que marquei e dedico à minha esposa Ana Carolina, grávida de quatro meses”. Aos 40, Junior Brandão fez o gol do Atlético.

INTERNACIONAL – Marcelo Lomba, Rodinei, Zé Gabriel, Victor Cuesta e Moisés; Musto, Johnny (Edenilson), Nonato e Patrick (D’Alessandro); Leandro Fernandez (Tiago Galhardo e depois Praxedes) e Yuri Alberto (Abel Hernandez)Técnico – Eduardo Coudet. Tiago Galhardo torceu o pé esquerdo aos 20, mas só aos 38 minutos pediu para sair, porque a dor aumentou. O Inter estreia domingo (8) no returno do Brasileiro 2020, em Porto Alegre, com o Coritiba, a quem venceu (1 x 0) no turno, em Curitiba.

BOM DIZER – O Internacional terminou o turno do Campeonato Brasileiro igual ao Flamengo em vitórias (10), empates (5) e derrotas (4), mas em vantagem no saldo de gols (14 a 8). O Flamengo marcou mais três gols que o Internacional (33 a 30), mas o Internacional sofreu menos nove gols que o Flamengo (16 a 25). Líder e vice-líder podem ser ultrapassados pelo Atlético Mineiro, terceiro colocado, que se vencer o jogo adiado com o Athletico Paranaense, ficará igual em pontos, mas terá mais uma vitória.

NOVO TÉCNICO – Depois da saída de Vagner Mancini para o Corinthians, o Atlético Goianiense manteve o assistente permanente Eduardo Souza, mas o presidente Adson Batista informou após a eliminação da Copa do Brasil, que o clube está finalizando entendimentos e até amanhã (5) anunciará o nome do novo técnico. O dirigente considera que a campanha do turno, com 22 pontos em 19 jogos – 5 vitórias, 7 empates, 7 derrotas -, pode ser melhorada. A estreia no returno é domingo (8), em Goiânia, com o Corinthians.

MAIS TRÊS VAGAS – Ceará e Santos fazem o único dos três jogos da noite de hoje (4), sem vantagem, depois do 0 x 0, no jogo de ida, na Vila Belmiro. Se não houver vencedor na Arena Castelão, em Fortaleza, os times terão que decidir a vaga nas quartas de final na cobrança de pênaltis. No Maracanã, o Flamengo só precisa do empate, depois de vencer (1 x 0) o Athletico Paranaense, em Curitiba. No estádio Independência, em Belo Horizonte, o América Mineiro também se classifica com empate, após vencer (1 x 0) o Corinthians, em São Paulo.

AS DUAS ÚLTIMAS vagas serão decididas amanhã (5). Em seu Allianz Parque, na estreia do técnico português Abel Ferreira, apresentado ontem (3), o Palmeiras pode perder até por um gol do Bragantino, depois de ter feito 3 x 1 em Bragança Paulista. No estádio Alfredo Jaconi, na Serra Gaúcha, o Grêmio joga pelo empate com o Juventude, de Caxias do Sul, por ter vencido (1 x 0) na Arena Grêmio, em Porto Alegre.

Foto: Facebook do Internacional