Mesmo com apenas três titulares, o Internacional manteve a invencibilidade na Arena Beira Rio e chegou aos 30 pontos ao ganhar (1 x 0) do São Paulo, na noite deste sábado (7). Foi a oitava vitória em dez jogos, com o gol de pênalti – toque do volante Hudson, confirmado pelo árbitro de video -, que Rafael Sobis converteu aos 32 do segundo tempo. R$631.570,00. 13.538 pagantes.

OUTRO FOCO – O Inter poupou os titulares para o primeiro jogo da decisão da Copa do Brasil, quarta (11), com o Atlético Paranaense, na Arena da Baixada, em Curitiba. Ainda assim, o time foi superior ao São Paulo, que também não contou com vários titulares, e completou três jogos sem gol, após a boa fase de cinco vitórias consecutivas. Terceira derrota como visitante, sem fazer gol.

INTERNACIONAL – Marcelo Lomba, Heitor, Klaus, Victor Cuesta e Zeca; Bruno Silva (Edenilson, 17 do segundo tempo), Nonato (Neílton, 33 do segundo tempo) e Patrick; Rafael Sobis, William Pottker (Wellington Silva, 13 do segundo tempo) e Guilherme Parede. Técnico – Odair Hellmann. Com 30 pontos – 9 vitórias, 3 empates, 6 derrotas, 22 gols pró e 16 contra – o time termina o turno com o Atlético Mineiro, domingo (15), em Belo Horizonte, e abre o returno em Porto Alegre com a Chapecoense.

SÃO PAULO – Tiago Volpi, Juanfran (Fabinho, 33 do segundo tempo), Arboleda, Anderson Martins e Reinaldo; Hudson, Tchê Tchê e Liziero (Gabriel Sara, 8 do segundo tempo); Vítor Bueno (Igor Vinícius, 20 do segundo tempo), Raniel e Everton. Técnico – Cuca. Com 31 pontos – 8 vitórias, 7 empates, 3 derrotas, 20 gols pró e 12 contra -, o São Paulo termina o turno com o CSA, domingo (15), no Morumbi, e abre o returno com o Botafogo, no Rio.

TRÊS CARTÕES – Só jogadores do São Paulo foram advertidos com cartão amarelo pelo árbitro Marcelo de Lima Henrique, da Federação do Rio de Janeiro, com atuação correta. Reinaldo, Tchê Tchê, Liziero, Anderson Martins e o volante Hudson, pelo toque no lance do pênalti, ao desviar com o braço a falta batida por Rafael Sobis.

Foto: Internacional