O Grêmio assumiu a liderança do Grupo E e praticamente garantiu vaga no mata-mata das oitavas de final da Libertadores, ao vencer (2 x 0) a Universidad Católica do Chile, na noite de ontem (29), na Arena Grêmio, em Porto Alegre. Pouco depois, no estádio Pascual Guerrero, em Cali, capital musical da Colômbia, o Internacional fez péssima apresentação e não saiu do 0 x 0 com o América, terminando a quinta rodada da fase de grupos em segundo com 8 pontos.

EM MENOS DE 20 – Depois de um primeiro tempo apático, em que poucas jogadas ofensivas foram criadas, o Grêmio voltou a mil e liquidou o jogo em menos de 20 minutos, com o quarto gol de Pepê nos últimos cinco jogos e o sétimo em 2020, logo no primeiro minuto. O segundo gol, aos 18, do zagueiro Rodrigues, que só jogou porque Geromel e Kannemann testaram positivo para Covid-19, e o reserva Paulo Miranda está suspenso. Norte-riograndense de Carnaúba dos Dantas, município a 219 km da capital Natal, Antonio Rodrigues, de 22 anos, 1,88m, foi trocado em 2018 pelo lateral-direito Edilson, do Cruzeiro.

GRÊMIO LIDERA – O Grêmio assumiu a liderança do Grupo E, com 10 pontos – 3 vitórias, 1 empate, 1 derrota, saldo de três gols (5 a 2) – e faz o último jogo, precisando só do empate, dia 22 de outubro, na Arena Grêmio, com o América de Cali, terceiro com 5 pontos e virtualmente eliminado. O Internacional, após o 0 x 0 em Cali com o América, é vice-líder com 8 pontos – 2 vitórias, 2 empates, 1 derrota, saldo de três gols (7 a 4) e disputará o último jogo, no Chile, com a Universidad, dia 22 de outubro. No próximo sábado (3), Gre-Nal pela décima terceira rodada do Campeonato Brasileiro, na Arena Grêmio.

MAIS DE UM MÊS – O tricampeão gaúcho voltou a vencer em sua bela e moderna Arena Grêmio, mais de um mês após o 1 x 0 no Fluminense, na abertura do Campeonato Brasileiro, dia 9 de agosto. Na sequência em casa, 0 x 0 com o Corinthians, 1 x 2 com Sport, 1 x 1 com Fortaleza e 1 x 1 com Palmeiras. Para o técnico Renato Portaluppi, bom prenúncio para o clássico do próximo sábado (3) com o arquirrival Internacional, ainda mais, segundo ele, “depois de novo tropeço”.

GRÊMIO – Vanderlei, Orejuela, David Braz, Rodrigues e Cortez; Mateus Henrique, Darlan e Robinho (Thaciano); Alisson (Lucas Araújo), Diego Souza (Luis Fernando) e Pepê (Ferreira). O Benfica está insistindo em comprarPepê, como revelou ontem (29) o presidente Luis Felipe Vieira, ao receber o zagueiro argentino Nicolás Otamendi, de 32 anos, ex-Manchester City, na despedida do zagueiro português Ruben Dias, de 23 anos, que se apresenta hoje (30) ao técnico Pep Guardiola, em Manchester. 

INTERNACIONAL, QUARTO JOGO SEM VITÓRIA

No 0 x 0 da noite de ontem (29) com o América, no estádio Pascual Guerrero, na cidade de Cali, capital musical da Colômbia, o Internacional completou quatro jogos sem vitória e o terceiro sem fazer gol. Desde que perdeu (1 x 0), em casa, o jogo de ida da fase de grupos com o Grêmio, com o primeiro gol de Pepê, em jogos da Libertadores, o Inter só ganhou (2 x 0) do Ceará, na nona rodada do Campeonato Brasileiro. Depois, 0 x 1 com Goiás e Fortaleza, e 1 x 1 com o São Paulo.

MUITO MAL – O Internacional jogou muito mal na noite de ontem (29) e o 0 x 0 com o América, normalmente com boas apresentações em Cali, foi um castigo para os dois times, que praticamente não finalizaram. Bom lembrar: a última vez que o Inter venceu fora de casa foi no sábado, 28 de agosto, 2 x 0 no Botafogo, no estádio Nilton Santos, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro. O técnico argentino Eduardo Coudet, de 46 anos, tem posto a culpa no excesso de jogos.

EXPULSÃO – O Internacional terminou com 10, em virtude da expulsão do atacante Leandro Fernandes, aos 13 do segundo tempo, por uma cotovelada grosseira no meio da cara do zagueiro colombiano Marlon Torres, de 24 anos. No ato, o árbitro Guillermo Guerrero, de 34 anos, da Federação do Equador e da FIFA desde 2017, mostrou-lhe o cartão vermelho.

INTERNACIONAL – Marcelo Lomba, Saravia (Heitor), Rodrigo Moledo, Victor Cuesta e Leonardo Borges; Rodrigo Lindoso, Nonato (Musto) e Praxedes (Boschilia); Patrick, Tiago Galhardo (Abel Fernandez) e Leandro Fernandes. Bom dizer: o mês de setembro, que termina hoje (30), foi muito ruim para o Internacional, que dos nove jogos só venceu dois.

Foto: Diário de Canoas