Escolha uma Página

COM O GOL DO ARGENTINO Lautaro Martinez, aos 46 minutos do 2º tempo, a Inter venceu o Napoli por 1 x 0, na noite de hoje (22), no Estádio Universitário Al-Awwal Park, em Riad, capital da Arábia Saudita, e ganhou pela terceira vez consecutiva a Supercopa da Itália, igualando o feito de 92-93-94 do arquirrival Milan.

FOI A SEGUNDA DECISÃO consecutiva de títulos europeus na Ásia, a 10 anos da 24ª Copa do Mundo, que a Arábia Saudita promoverá em 2034, depois da final da Supercopa da Espanha, em que o Real Madrid goleou o Barcelona (4 x 1). Os árabes pagaram 23 milhões de euros (R$124 milhões), mais avião e hotéis cinco estrelas.

SIMONE INZAGHI, ex-atacante de 47 anos, tornou-se o técnico mais vitorioso, com o quinto título, superando Fabio Capello, com as três no Milan e a de 2001 na Roma, e Marcello Lippi, com as quatro na Juventus (95-97-2002-03), campeão da 4ª Copa do Mundo da Itália (2006). Inzaghi ganhou as Supercopas de 2017 e 2019 na Lazio e as de 22-23-24 na Inter.

LAUTARO MARTINEZ, argentino de 26 anos, campeão do mundo em 2022, ganhou o primeiro título como capitão da Inter, ao marcar o 123º gol em 263 jogos, desde julho de 2018, comprado do Racing, os dois únicos times de sua carreira. Lautaro é o artilheiro da temporada italiana 2023-24, com 21 gols em 54 jogos. Em sua braçadeira branca de capitão, Peace (Paz, em inglês).

A INTER DOMINOU praticamente o jogo inteiro, sem deixar o Napoli sair do próprio campo. O campeão italiano mostrou medo de se expor e de sofrer uma goleada, sobretudo após ficar com 10, pela expulsão do meia Giovanni Simeone, filho do técnico argentino Diego Simeone, do Atlético de Madrid, aos 15 minutos do 2º tempo.

QUANDO AS EQUIPES voltaram do intervalo, foi respeitado, sob muita emoção dos jogadores, perfilados e abraçados no grande círculo, um minuto de silêncio pela memória de Gigi Riva, da seleção vice-campeã do mundo de 70, que havia morrido horas antes, após sofrer infarto sábado (20). A foto dele apareceu no placar com a legenda Ciao Gigi.

NO FINAL, EM CLIMA bem amistoso, os jogadores da Inter fizeram o corredor e aplaudiram a passagem dos jogadores do Napoli, que receberam a medalha de prata. O último da Inter a ganhar a medalha foi o artilheiro Lautaro Martinez, que em seguida recebeu a taça e ergueu com os companheiros.

A TERCEIRA SUPERCOPA consecutiva aumentou ainda mais a motivação da Inter para a sequência do Campeonato Italiano. Só com menos um ponto que a líder Juventus (52 a 51), a Inter tem mais seis pontos (51 a 45) que o arquirrival Milan. A Juventus é recordista com 36 títulos. Inter e Milan têm 19.

Foto: Ogol e nter de Milão/Divulgação