O INTERNACIONAL VENCEU O AVAÍ por 1 x 0, gol de pênalti do atacante gaúcho Pedro Henrique, aos 52 minutos do 2º tempo, no encerramento da 23ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A, na noite de ontem (22), no estádio da Ressacada, em Florianópolis. O Internacional tirou o Athletico Paranaense, com 38, do 5º lugar, e se igualou em pontos, com 39 pontos, ao Corinthians, 4º por ter mais uma vitória. 

O INTERNACIONAL foi dirigido desde os 30 minutos pelo assistente Sidnei Lobo, com a expulsão do técnico Mano Menezes, primeiro por se exceder em reclamação, e a seguir, por ofender o assistente Edson Santos, que chamou a árbitra Edina Alves Batista, da Federação Paulista, que o expulsou da área técnica, após ouvir o assistente.

FOI A 10ª VITÓRIA DO INTERNACIONAL, 4ª como visitante , 2ª por 1 x 0, enquanto o Avaí, do técnico carioca Eduardo Barroca, ex-Botafogo, se manteve em 17º com 23 pontos, após a 12ª derrota, 4ª em 12 jogos como mandante. O Avaí faz na próxima rodada o chamado “jogo de seis pontos”, ao visitar o Coritiba, 18º com 22, ambos com seis vitórias.

QUATRO POR VITÓRIA, DUAS POR SALDO

FALTANDO 15 RODADAS, 10 times estão empatados em pontos, decidindo a posição pelo maior número de vitórias. Corinthians e Internacional têm 39 pontos; o Corinthians se mantém em 4º por ter mais uma vitória (11 a 10). América Mineiro e Bragantino têm 31 pontos e o América Mineiro é 9º por ter mais uma vitória (9 a 8).

NA SEQUÊNCIA, Goiás e São Paulo estão empatados com 29 pontos, mas o Goiás é 11º por ter mais uma vitória (7 a 6). Fortaleza e Botafogo têm empate duplo, em pontos (27) e em vitórias (7), mas o Fortaleza é 13º pelo saldo negativo de gols inferior ao do Botafogo (2 a 6). O Fortaleza fez 21, sofreu 23. O Botafogo fez 22, sofreu 28 gols.

NAS QUATRO ÚLTIMAS POSIÇÕES, o Avaí é 17º com 23 pontos. Coritiba e Atlético Goianiense têm 22 pontos, mas o Coritiba é 18º por ter mais uma vitória (6 a 5). O Juventude, 20º com 17 pontos – 3 vitórias, 8 empates, 12 derrotas -, saldo negativo de 19 gols (18 a 37), continua sem forças para sair da última posição.

MÉDIA DE GOLS É BAIXA

COM A 23ª RODADA concluída na noite de ontem (22), o Campeonato Brasileiro da Série A de 2022 tem média de gols baixa de 2.33 por jogo, com 536 marcados em 230 jogos. Palmeiras e Flamengo têm os ataques mais positivos (38). O Fluminense tem 37, com 13 do artilheiro Cano, só com mais 1 gol que Pedro Raul, do Goiás.

O LÍDER PALMEIRAS, com 49 pontos, mais 8 que o vice-líder Fluminense; mais 9 que o Flamengo, 3º, e mais 10 que o Corinthians, 4º,  tem mais vitórias (14); menos derrotas (2); mais jogos sem perder (13), e a defesa menos vazada (15). O São Paulo é o que mais empatou (11), e o Coritiba, com a defesa mais vazada (39), o que mais perdeu (13) e mais expulsões (6). Mais cartões amarelos, Ceará (72).

Foto: Reprodução