O São Paulo pode manter a vantagem de quatro pontos sobre o Atlético Mineiro (60 a 56), se vencer o Internacional, mesmo que o Atlético vença o Grêmio, no outro jogo da noite de hoje (20), na abertura da rodada 31 do Campeonato Brasileiro, em que se iniciam os confrontos diretos dos seis que disputam o título. Os outros confrontos diretos do São Paulo serão com Palmeiras e Flamengo, no Morumbi, e com o Grêmio, na Arena Grêmio.

NOVO LÍDER – O Internacional pode ser o novo líder, com 59 pontos, se vencer o São Paulo, e quatro dias depois já teria o segundo dos confrontos diretos, com o Grêmio, domingo (24), em sua Arena Beira Rio. O outro confronto direto é com o Flamengo, na penúltima rodada, dia 21 de fevereiro, no Maracanã. O Internacional tentará a sétima vitória consecutiva em 15 jogos como visitante, em que só perdeu (2 x 0), no returno, para o Santos, ainda dirigido pelo argentino Eduardo Coudet.

SEM VENCER – O São Paulo está sem vencer há três jogos, mas tem bom aproveitamento como mandante, com nove vitórias, quatro empates, e a única derrota que sofreu no Morumbi foi para o Santos (1 x 0), no returno. Na visita à Arena Beira Rio, empatou (1 x 1) com o Internacional no jogo do turno. O técnico Fernando Diniz não terá o zagueiro equatoriano Arboleda, suspenso, mas contará com a volta do atacante Luciano, recuperado de contusão.

ABEL BRAGA completa 11 jogos – 6 vitórias, 2 derrotas, 2 empates, 16 gols a favor e 9 contra -, com números superiores aos do técnico Coudet – 20 jogos, 10 vitórias, 4 derrotas, 6 empates, 32 gols a favor e 16 contra -, e com a defesa mais firme nas bolas altas, em que sofreu só dois gols. Abel Braga superou sua própria marca de vitórias consecutivas (6), que já havia conseguido em 2006 e 2014, com cinco vitórias consecutivas.

JOGO 74 – Marcelo de Lima Henrique, da Federação do Rio, apitará na noite de hoje (20), no Morumbi, o jogo 74 da história de São Paulo x Internacional, com 26 vitórias do São Paulo, 24 do Internacional e 23 empates. Pelo Campeonato Brasileiro, jogo 62, com 25 vitórias do São Paulo, 17 do Internacional e 19 empates. A vitória mais expressiva do São Paulo, no Morumbi, foi no Brasileiro de 1973, 4 x 1. A do Internacional, como visitante, foi por 3 x 1 no Brasileiro de 2010.

O LÍDER SÃO PAULO tem 57 pontos em 30 jogos – 16 vitórias, 5 derrotas, 9 empates, saldo de 22 gols (50 a 28) – e o time provável com Tiago Volpi, Juanfran, Bruno Alves, Leo e Reinaldo; Luan, Daniel Alves, Gabriel Sara e Igor Gomes; Brenner e Luciano. Há seis pendurados com dois cartões amarelos: Juanfran, Leo, Reinaldo, Gabriel Sara, Igor Gomes, o técnico Fernando Diniz e mais quatro que estarão na reserva.

O VICE-LÍDER INTERNACIONAL tem 56 pontos em 30 jogos – 16 vitórias, 6 derrotas, 8 empates, saldo de 20 gols (48 a 28) – e sem o artilheiro Tiago Galhardo, ainda em recuperação de torção do tornozelo, o time provável com Marcelo Lomba, Rodinei, Lucas Ribeiro, Victor Cuesta e Moisés; Dourado, Edenilson, Praxedes e Patrick; Caio Vidal e Yuri Alberto. Há recomendação a Victor Cuesta, Dourado e Caio Vidal para que evitem cartão amarelo porque domingo (24) tem Grenal.

Foto: GZH