Embora não tenham criado tantas chances de gol, a Itália foi superior e chegou a pressionar mais a Polônia, que se defendeu bem e segurou o 0 x 0 na Arena Energia, em Gdansk, cidade portuária a 340 km da capital Varsóvia, neste domingo (11), pela terceira rodada da Liga das Nações. A Itália lidera o Grupo 1 com 5 pontos, enquanto Holanda e Polônia dividem o segundo lugar com 4, mas os holandeses têm a vantagem de um gol no saldo.

BEM MARCADO – O atacante Robert Lewandowski, de 31 anos, melhor jogador da temporada europeia 2019-2020, campeão da Liga dos Campeões e octacampeão alemão com o Bayern Munique, foi muito bem marcado pela defesa italiana, e substituído aos 20 do segundo tempo pelo meia-atacante Karol Linetty, de 25 anos, que joga no Torino. O goleiro Lukasz Fabianski, de 35 anos, 1,91m, que disputa a Premier League pelo West Ham, fez poucas, mas boas defesas.

ITÁLIA – Donnarumma, Florenzi, Bonucci, Acerbi e Emerson; Jorginho, Barella (Locatelli), Verratti e Chiesa (Kean); Pellegrini (Berardi) e Belotti (Caputo). O técnico Roberto Mancini espera mais rendimento ofensivo no jogo de quarta (14) com a Holanda, que também ficou no 0 x 0 com a Bósnia, no outro jogo de hoje (11).

INGLATERRA – Com os 2 x 1 de virada sobre a Bélgica, a Inglaterra assumiu neste domingo (11) a liderança do Grupo 2, em jogo definido no primeiro tempo no estádio de Wembley, nos arredores de Londres. Romelu Lukaku marcou de pênalti o gol belga e Rashford e Mason Mount levaram os ingleses à vitória e à liderança com 7 pontos. Bom lembrar: a Bélgica havia vencido duas vezes a Inglaterra na Copa do Mundo de 2018, inclusive na decisão do terceiro lugar, após eliminar o Brasil nas quartas de final.

ESPANHA – Com a vitória sobre a Suíça por 1 x 0, a Espanha confirmou a liderança do Grupo 4 com 7 pontos, e a Alemanha está em segundo com 5 pontos, após vencer (2 x 1) a Ucrânia, que jogará terça (13) com a Espanha, enquanto a Alemanha enfrentará como favorita a lanterna Suíça.

Foto: Lance!