Foto: REUTERS/Stefano Rellandini

A Juventus de Turim alarga cada vez mais o caminho na direção do octacampeonato italiano. Na noite desta sexta (7), em seu Allianz Stadium, como sempre lotado – 41.507 torcedores -, o time do técnico Massimiliano Allegri chegou à décima quarta vitória em quinze jogos – 1 x 0 sobre a Inter de Milão – e abriu onze pontos de vantagem (43 a 32) sobre o vice-lider Napoli, que joga amanhã (8), em casa, com o Frosinone, penúltimo com oito pontos. 

GOL CROATA – A Juventus melhorou na volta do intervalo, depois de a Inter se mostrar um pouco superior no primeiro tempo, mas sem aproveitar as chances, e ganhou com o gol do croata Mario Mandzukic, de cabeça, aos 21 minutos. A jogada foi trabalhada pelo argentino Paulo Dybala, que lançou João Cancelo, hoje na lateral-esquerda, que fez o cruzamento de pé direito, sob medida, para Mandzukic cabecear no canto do esloveno Samir Handanovic, 34 anos, 1,93m, que nada pôde fazer. Foi o gol 42 do atacante croata, vice-campeão do mundo em 2018, em 145 jogos pela Juventus, em que atua desde 2015.

Foto: REUTERS/Stefano Rellandini

OS LÍDERES – Szczesny, De Sciglio, Bonucci, Chiellini (cap) e João Cancelo; Pjanic (Emre Can, 36 do segundo tempo), Betancur e Matuidi; Cristiano Ronaldo, Mandzukic e Dybala (Douglas Costa, 26 do segundo tempo). Antes do derbi de Turim, no próximo sábado (15), com o Torino, a Juventus vai à Suíça para o jogo de quarta (12) da última rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões, para confirmar o primeiro lugar do grupo, diante do já eliminado Young Boys.

A Juventus lidera com muita folga o Campeonato Italiano e poderá abrir até 14 pontos de vantagem sobre o vice-lider, caso o Napoli (32 pontos) perca para o Frosinone, na tarde de amanhã (8), no estádio San Paolo, no sul da Itália. A Juventus tem 95% de aproveitamento em 15 rodadas, com 14 vitórias e 1 empate, 32 gols marcados e 8 sofridos. A Inter sofreu a quarta derrota, mas terminará a rodada em terceiro com 29 pontos porque o Milan, quarto colocado com 25, não pode alcançá-la.

OUTRO BRASILEIRO – Além de Douglas Costa, que só entrou nos minutos finais no lugar do argentino Dybala, apenas outro brasileiro, o zagueiro Miranda, também da seleção, participou do jogo desta noite em Turim. Miranda e o eslovaco Skriniar formam a zaga da Inter de Milão, do técnico italiano Luciano Spalletti. A Inter precisa ganhar terça (11) do PSV, da Holanda, para se classificar para as oitavas de final da Liga dos Campeões. O jogo será no estádio Giuseppe Meazza, em Milão.

TÍTULO 35 – A Juventus é recordista de títulos consecutivos com o heptacampeonato e busca aumentar o recorde na atual temporada. Desde 2011-12 até 2017-18, o futebol italiano não teve outro campeão nacional, coroando sete campanhas notáveis do clube de 121 anos, fundado em 1 de novembro de 1887. Bom dizer que nessa longa trajetória, a Juventus só teve um técnico brasileiro, o carioca Paulo Amaral, bicampeão mundial em 58-62 como preparador-físico da seleção. Paulo Amaral foi técnico da Juventus em 62-63.