Escolha uma Página

Foto: gazetadopovo.com.br

A novidade do último jogo de domingo (21), em que o lanterna Paraná enfrentará o Flamengo, às 19 horas, em Curitiba, é a estreia do técnico Dado Cavalcanti, que acertou contrato nesta quarta (17) para um trabalho de longo prazo, até dezembro de 2019, depois que comandar o time nos nove jogos restantes do Brasileirão 2018. Dado Cavalcanti estava sem clube desde que saiu em julho do Paysandu, que disputa a Série B, e volta ao Paraná depois de cinco anos.

QUARTO TÉCNICO – Dado Cavalcanti, 37 anos – 9/7/81 -, é pernambucano do sertão de Arcoverde, a 256 km da capital Recife, e passa a ser o quarto técnico do Paraná Clube em 2018, depois do paulista Vagner Lopes, 49 anos, que saiu em fevereiro; do baiano Rogério Micale, 49 anos, demitido em agosto, e do santista Claudinei Oliveira, 49 anos, que pediu demissão no último domingo (14), para dirigir a Chapecoense nas nove rodadas finais, a fim de livrá-la do primeiro rebaixamento.

Dado Cavalcanti tornou-se o técnico mais jovem do futebol brasileiro a ganhar título, dirigindo o Ulbra, de Rondônia, campeão estadual em 2006 e que repetiu o feito com o bi em 2007.

REBAIXADO – O novo técnico do Paraná vai apenas cumprir tabela nos nove jogos restantes, praticamente sem chance de vitória, mesmo nos cinco jogos em Curitiba, com Flamengo, Vitória, Atlético Mineiro, Palmeiras e Internacional, na última rodada, e nos quatro jogos como visitante com Cruzeiro, América Mineiro, Ceará e Botafogo.

ÚLTIMO COLOCADO com 17 pontos em 29 rodadas, o Paraná Clube está a 10 pontos do Sport, penúltimo com 27; a 14 pontos da Chapecoense (31) e do primeiro dos quatro últimos, na zona de rebaixamento, o Ceará, também com 31 pontos, mas com o jogo a menos que disputará dia 24, no Mineirão, com o Cruzeiro. O Paraná só ganhou 3 jogos – todos em casa -, empatou 8 e perdeu todos os 16 jogos como visitante, sem fazer gol em 13. Marcou 12 gols e sofreu 43, segunda pior defesa, depois de Sport e Vitória (49).