Escolha uma Página

COM ATUAÇÃO MUITO SUPERIOR, o Botafogo assumiu a liderança com 16 pontos e a 5ª vitória, mas perdeu a chance de golear o Fluminense na noite desta 3ª feira (11), no estádio Nilton Santos. O único gol foi do zagueiro angolano Bastos, de cabeça, aos 21 minutos do 2º tempo, após escanteio do lateral uruguaio Damian.

NA 5ª VITÓRIA CONSECUTIVA sobre o Fluminense, o Botafogo teve muito mais chances, que não soube aproveitar, principalmente nas finalizações de Tiquinho, Luiz Henrique e Junior Santos, que perdeu o 2º gol aos 40 do 2º tempo. O goleiro Fabio, dos poucos que se salvaram na noite, fez três grandes defesas.

O BOTAFOGO SÓ PERDERÁ a liderança, se o Flamengo, com 14 pontos, vencer o Grêmio, no Maracanã, 5ª feira (13), ou, na mesma noite, o Bahia, também com 14 pontos, vencer o Fortaleza, 11º com 10 pontos, na Arena Fonte Nova, em Salvador. Foi a 21ª vitória do Botafogo, 12ª como mandante, em 59 jogos do Brasileiro.

O TIME LÍDER: John, Damian, Barboza, Bastos e Cuiabano; Gregore, Marlon e Tchê Tchê (Patrick de Paula); Luiz Henrique (Yarlen), Tiquinho (Óscar Romero) e Junior Santos. Técnico – Artur Jorge. O próximo jogo do Botafogo será com o Grêmio, domingo (16), no estádio Kleber Andrade, em Cariacica, na Grande Vitória, ES.

O FLUMINENSE sofreu a 4ª derrota, só tem uma vitória (2 x 1 sobre o Vasco), três empates, saldo negativo de 5 gols (9 a 14), está em 16º, com 6 pontos, e pode voltar ao rebaixamento se o visitante Criciúma, 17º com 5 pontos, ao menos empatar com o Athletico, 6º com 13 pontos, 5ª feira (13), na Arena da Baixada.

O TIME QUE SOFREU a 4ª derrota: Fabio, Samuel Xavier (Douglas Costa), Marlon, Manoel (Alexsander) e Marcelo; Martinelli, Lima (Kauã Elias) e Ganso (Renato Augusto); Marquinhos, Cano (Isaac) e John Kennedy. O Fluminense volta sábado (15) ao Maracanã para o jogo da 9ª rodada com o Atlético Goianiense.

BOTAFOGO 1 x 0 FLUMINENSE registrou R$1.117.380,00. 27.239 pagantes. O árbitro paulista Flavio Rodrigues de Souza fez seis advertências com cartão amarelo: Tiquinho, Tchê Tchê e Damian, do Botafogo, e Ganso, Marcelo e Martinelli, que deveria ter sido expulso pela falta maldosa em Gregore.

CORINTHIANS CEDE EMPATE NO FIM

DEPOIS DE ABRIR 2 x 0, gols de Yuri Alberto aos 15 do 1º tempo e aos 17 do 2º, o Corinthians cedeu o empate ao Atlético Goianiense, com os gols do zagueiro Cacá, contra, aos 21, e do meia Shaylon, aos 47, convertendo pênalti de Hugo em Max. O Corinthians jogou com 10 desde os 34, pela expulsão do zagueiro Gustavo Henrique.

COM O 3º EMPATE, o Corinthians é 15º com 6 pontos, só uma vitória, 4 derrotas, saldo negativo de 3 gols (5 a 8). O goleiro carioca Carlos Miguel, de 25 anos, que a torcida não quer mais no time e o presidente do Corinthians nega que esteja negociado, evitou a 5ª derrota. Ele pode sair para o inglês Nottingham Forest.

O ATLÉTICO GOIANIENSE, do técnico carioca Jair Ventura, é 18º com 5 pontos, só uma vitória, cinco derrotas e saldo negativo de cinco gols (6 a 11). Na 9ª rodada, o Atlético jogará com o Fluminense, sábado (15), no Maracanã. O Corinthians receberá o São Paulo, domingo (16), na Arena Corinthians.

Fotos: Fogão Net