LÍDER COM SETE PONTOS em três jogos, o Flamengo apenas perdeu os 100% de aproveitamento no Campeonato Carioca, ao ficar no 0 x 0 com o Madureira, na noite desta 4ª feira (18), no estádio Kleber Andrade, no município de Cariacica, na Grande Vitória, capital do estado do Espírito Santo. 

EMBORA DOMINANDO a maior parte do jogo, o Flamengo só criou duas chances reais de gol, a primeira em cabeçada do zagueiro Leo Pereira, que reapareceu bem, recuperado de contusão, que o goleiro Dida defendeu aos 35 do 1º tempo, e a segunda, aos 27 do 2º tempo, quando Gabriel acertou a trave.

FOI O SEGUNDO JOGO do técnico português Vitor Pereira, que manteve o time principal da goleada sobre a Portuguesa por 4 x 1, visando à decisão da Supercopa do Brasil com o Palmeiras, dia 28 em Brasília, e ao Mundial de clubes no Marrocos, onde o Flamengo estreará dia 7 com adversário ainda indefinido.

O TÉCNICO ANTECIPOU que o time será mantido para o jogo de sábado (21), no Maracanã, com o Nova Iguaçu: “Se não repetirmos, não será possível que ganhe ritmo. Estamos em pré-temporada, e é natural que os jogadores não estejam preparados para jogar a cada três dias, sobretudo em temperatura tão elevada”.

O FLAMENGO do 0 x 0 com o Madureira: Santos, Varela (Mateuzinho), David Luiz, Leo Pereira e Ayrton (Mateusão); Tiago Maia, Gerson (Marinho), Everton Ribeiro (Mateus França) e Arrascaeta; Gabriel e Pedro (Cebolinha). O jogo seguinte será com o Bangu, 3ª (24), em Volta Redonda, mas o técnico não antecipou sobre formação.

O MADUREIRA, do 0 x 0 com os reservas do Vasco e com os titulares do Flamengo: Dida, Rhuan (Oliveira), Cavallini, Mauricio e Guilherme; Banguelê, Lira, Henrique (Cosendy) e Rafinha (Tiaguinho); Gustavo (Pablo) e Luis Gustavo (Vintém). O técnico Felipe Arantes manterá a formação para o jogo de domingo (22) com o Fluminense.

MADUREIRA 0 x 0 FLAMENGO foi bem apitado por Grazianni Rocha, que só usou o cartão amarelo para advertir o lateral Rhuan. O Madureira está mandando seus jogos no estádio Kleber Andrade, em Cariacica, município da Grande Vitória, mas não passa informação sobre renda e público, rotina nos jogos fora do Maracanã. 

A FISCALIZAÇÃO DA ANVISA – Agência Nacional de Vigilância Sanitária – encontrou medicamentos com validade vencida, na ambulância da empresa, que estava no  estádio, o que provocou atraso de 20 minutos no início do jogo. Os organizadores tiveram que providenciar a troca, da ambulância e dos medicamentos. 

fotos: Facebook Flamengo