O Real Madrid afastou os brasileiros Marcelo, Vinícius Júnior e Eder Militão do jogo em que venceu (1 x 0) o Sevilha, no encerramento da quinta rodada do Campeonato Espanhol, neste penúltimo domingo (22) de setembro, diante de 42.354 torcedores, no estádio Ramon Sanchez Pizjuan, em Sevilha.

31 FALTAS – Sevilha e Real Madrid confirmaram a tradição de jogo pegado e o árbitro Martinez Munuera, de Valencia, viu-se obrigado a marcar 31 faltas, 16 do Sevilha, que assumiria a liderança se vencesse. Quem conseguiu a posição foi o Real Madrid, com o gol de cabeça do francês Karim Benzema, após cruzamento sob medida do lateral Carvajal, aos 20 do segundo tempo.

ÚNICO – O técnico francês Zinèdine Zidane só manteve o volante Casemiro, titular da seleção brasileira, deixando fora do jogo o lateral-esquerdo Marcelo, o zagueiro Eder Militão e o atacante Vinícius Júnior, de todos o mais em queda na cotação. O Real Madrid tem 11 pontos, após cinco rodadas, mas perde a liderança para o Atlético de Bilbao no saldo de gols.

AMARELO – O goleiro checo Thomás Vaclík, 30 anos, 1,88m, voltou a se destacar no Sevilha, que teve gol anulado do atacante mexicano Chicharito Hernandez, por impedimento, aos 42 do segundo tempo. Entre os que mais reclamaram, o técnico Julen Lopetegui, demitido na temporada passada do Real Madrid e agora no Sevilha.

QUATRO estão empatados com 10 pontos – Real Sociedad, Sevilha, Granada e Atlético de Madrid – e o Barcelona, atual campeão, é apenas o oitavo, um ponto atrás do Villarreal.

Foto: site Observador.pt