O Bragantino manteve a liderança invicta e isolada da Série A do Campeonato Brasileiro 2021, mas viu a vantagem sobre o vice-líder Athletico Paranaense diminuir para dois pontos (18 a 16), com o 0 x 0 da tarde desta quinta (1) com o Ceará, no estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista. O líder e único invicto, não fez gol pela primeira vez em oito jogos, em que venceu quatro como visitante, mas em casa empatou três e só conseguiu ganhar do Palmeiras, terceiro colocado.

SEM INSPIRAÇÃO – No confronto dos técnicos há mais tempo à frente das equipes, esperava-se rendimento superior, mas Bragantino e Ceará fizeram jogo sem inspiração, em que os goleiros foram pouco exigidos. O líder Bragantino é dirigido há nove meses pelo paulistano Maurício Barbieri, de 39 anos, e o Ceará, que terminou a rodada em décimo segundo, está há quinze meses sob a direção de Guto Ferreira, de 55 anos, paulista de Piracicaba.

CLEITON, Aderlan, Fabrício Bruno, Natan e Edimar; Raul (Chrigor), Lucas Evangelista (Eric Ramires) e Claudinho; Artur, Ytalo e Helinho (Pedrinho) – o Bragantino, líder e único invicto – 5 vitórias, 3 empates -, com o ataque mais positivo (18) e 9 gols sofridos, visitante na próxima rodada, domingo (4), no Morumbi, com o São Paulo, primeiro dos quatro últimos com 5 pontos – 5 empates, 3 derrotas, saldo negativo de 5 gols (4 a 9) -, um dos quatro ainda sem vitória.

O BRAGANTINO empatou pela terceira vez como mandante, depois de 3 x 3 com o Bahia e 2 x 2 com o Fluminense, e a única vitória em casa foi sobre o Palmeiras por 3 x 1. O aproveitamento de 100% como visitante, do líder e único invicto, registra as vitórias sobre a Chapecoense (3 x 0), Corinthians (2 x 1), Flamengo (3 x 2, de virada) e Atlético Goianiense (1 x 0). Para o técnico Maurício Barbieri, “a campanha está sendo boa, mas sempre fica faltando um retoque”.

RICHARD, Buiú, Messias, Lacerda (Jordan) e Bruno Pacheco; Fernando Sobral, Marlon (Pedro Naresi), Lima (Kelvyn) e Vinícius (Jorginho); Mendoza e Saulo Mineiro (Cleber) – o Ceará, décimo segundo com 10 pontos – 2 vitórias, 2 derrotas, 4 empates, saldo negativo de 1 gol (9 a 10) -, que ainda não venceu como visitante – 3 empates, 1 derrota – e jogará na nona rodada com o Juventude, de Caxias do Sul, domingo (4), na Arena Castelão em Fortaleza.

EXPULSÃO – O árbitro Wagner Magalhães, da Federação do Rio de Janeiro, teve atuação correta e expulsou o atacante Cleber, do Ceará, aos 46 minutos do segundo tempo, por falta dura no volante Raul, único do Bragantino advertido com cartão amarelo. Bragantino 0 x 0 Ceará foi o décimo primeiro jogo sem gol da Série A do Brasileiro 2021.

Foto: Ari Ferreira/Red Bull Bragantino