Escolha uma Página

Foto: Reuters

Com a vitória expressiva (3 x 1) do Liverpool sobre o Bayern, na noite desta quarta (13), diante de 75 mil torcedores na Arena de Munique, o Liverpool completou a maioria de times ingleses (4) nas quartas de final da Liga dos Campeões. Manchester United, Tottenham e Manchester City são os outros do Reino Unido que se classificaram, junto com Barcelona, Juventus, Ajax e Porto. O sorteio será nesta sexta (15), na sede da Uefa, em Nyon (Suíça), com os jogos de ida em 9 e 10 e os de volta em 16 e 17 de abril. 

10 ANOS DEPOIS – Os ingleses tiveram quatro times na fase de quartas de final da Champions League em 2007-2008 e 2008-2009. Em 2007-08, Liverpool e Arsenal fizeram a semifinal, eliminados por Chelsea e Manchester United, que decidiram o título em 21/5/2008, no estádio Luzhniki, em Moscou. 1 x 1 no tempo normal e Manchester United campeão nos pênaltis (6 x 5), última conquista do escocês Alex Ferguson, técnico recordista de títulos da história centenária dos Diabos Vermelhos.

BI FOI IMPOSSÍVEL – Em 2008-09, o Manchester United voltou à final, mas não conseguiu o bi. Na decisão com o Barcelona, em 27/5/2009, no Estádio Olímpico de Roma, o time inglês perdeu (2 x 0), na decisão 54 da história da Liga dos Campeões. Nesse jogo, o Barcelona teve atuação excepcional e ganhou com os gols de Messi e Samuel Eto’o. Agora, nas quartas de final de 2018-19, os ingleses voltam a tentar o título e aguardam ansiosos o sorteio dos jogos.

Sadio / Rádio NZ

DESTAQUE AFRICANO – O atacante Sadio Mané, de 26 anos, 1,75m, destro, nascido na República do Senegal, foi o destaque dos 3 x 1 do Liverpool sobre o Bayern, em jogo de líderes dos campeonatos Inglês e Alemão. Mané driblou o goleiro Manuel Neuer – todo de azul – e fez 1 x 0 aos 26 minutos. O Bayern empatou com o gol contra do zagueiro alemão Joel Matip aos 39, após chute de Serge Gnabry. O resultado refletiu o equilíbrio do primeiro tempo.

NA VOLTA DO INTERVALO, o Liverpool fez 2 x 1 aos 24, com o gol do zagueiro Virgil van Dijk, de 27 anos, 1,93m, jogador de defesa mais caro da história do futebol inglês, comprado em janeiro de 2018 do Southampton por 75 milhões de libras, o equivalente a 375 milhões de reais. E o terceiro gol, aos 39, foi outra vez de Sadio Mané, na pequena área, completando de cabeça, nas costas do zagueiro Sule, o cruzamento preciso do egípcio Mohamed Salah.

SADIO MANÉ começou a se destacar na temporada 2013-14, quando foi campeão da Áustria e artilheiro do Salzburg, que era um time de porte médio. Foi negociado ao final do campeonato com o Southampton, da maior cidade portuária inglesa, que defendeu em 2014-16, e vendido por 40 milhões de libras para o Liverpool. Com os dois gols desta noite, Mané chegou aos 50 gols em 108 jogos e o primeiro abraço que ganhou foi do técnico alemão Jurgen Klopp, que comanda o Liverpool. 

ALISSON DE VERDE – Titular da seleção brasileira, o goleiro gaúcho Alisson usou uniforme verde na vitória que classificou o Liverpool para as quartas de final da Liga dos Campeões. Além dele, mais dois brasileiros participaram: o meia Fabinho, ex-Fluminense, que substituiu o inglês Henderson, aos 18 do segundo tempo, e o atacante Roberto Firmino, com atuação discreta, que saiu aos 38 do segundo tempo para a entrada do atacante belga Divock Origi. 

JOACHIM LOW, de 59 anos, técnico da seleção alemã, estava na tribuna da Arena de Munique e foi observado, em certos momentos do jogo, fazendo algumas anotações. O atacante Thomas Muller, do Bayern, que decidiu excluir da seleção, não participou por estar suspenso.