Escolha uma Página

COM A VITÓRIA EXPRESSIVA por 3 x 0 sobre o Boavista, na tarde de hoje (1), em seu estádio Aniceto Moscoso, o Madureira subiu do 6º ao 4º lugar, com 9 pontos, e fez o Vasco cair do 6º para o 7º lugar, uma noite depois de perder a invencibilidade para o Nova Iguaçu (2 x 0), no Parque do Sabiá, em Uberlândia.

ASSIM, O VASCO vai disputar o primeiro clássico de 2024 com o Flamengo, domingo (4), na reabertura do Maracanã, tendo que vencer para evitar nova queda, de vez que se perder, e a visitante Portuguesa, em 8º, com 8 pontos, ganhar do Madureira, 2ª feira (5), terminará a 6ª rodada em 8º. A situação do Vasco é bem complicada.

MADUREIRA 3 x 0 BOAVISTA foi o confronto dos únicos times de técnicos portugueses no Campeonato Carioca de 2024. Daniel Jorge Neri Marinho, de 44 anos, treinador do Madureira, natural de Amarante, distrito do Porto, a 365 km de Lisboa, foi o primeiro europeu campeão pernambucano com um time do interior, em 2020, o Salgueiro A.C., e depois, campeão maranhense em 2021 com o Sampaio Corrêa, e campeão sergipano em 2022 com o Sergipe F.C.

O TÉCNICO DO BOAVISTA é Filipe Manuel Nunes Cândido, lisboeta de 44 anos, ex-atacante de equipes da Bulgária e da Grécia. Ele dirigiu o União de Leiria, Paços de Ferreira, Mafra e o Nacional, onde alcançou o maior feito, ao levar o time da Ilha da Madeira, em abril de 2023, à semifinal da Taça de Portugal perdida para o Braga.

O ZAGUEIRO MARCÃO, aos 40 minutos, e os atacantes Rodrigão, de cabeça, aos 8, e Artur Martins, aos 32 do 2º tempo, fizeram os gols da 3ª vitória do Madureira, na tarde de hoje (1). Time: Mota, Almir Sota (Dadinha), Marcão, Edeson e Evandro; Wagninho, Artur Sangtos e Hugo (Robert); Pardal (Fábio), Artur Martins (Vinicius) e Rodrigão (Patrick Vieira). Madureira e Boavista têm 9 pontos e 3 vitórias, mas o Madureira é 4º pelo saldo de 3 gols (7 a 4); o saldo do Boavista é negativo (5 a 7).

O NOME DO ESTÁDIO do Madureira, inaugurado em 15 de junho de 1941 – 4 x 2 no Fluminense, pela 7ª rodada do Carioca -, é em homenagem a Aniceto Moscoso, banqueiro do jogo do bicho. No ano seguinte (1942), ele vendeu ao Vasco um dos famosos trios de atacantes da época: Lelé, Isaías e Jair Rosa Pinto, campeões cariocas invictos de 1945, ano da criação do fabuloso Expresso da Vitória.

Foto: Wanderson Colino | MEC