Ao completar 32 anos de idade hoje, 12 de maio de 2020, o lateral-esquerdo Marcelo é um dos notáveis da história de 118 anos do Real Madrid, recordista de títulos da Espanha (33) e da Liga dos Campeões da Europa (13), como décimo terceiro que mais vestiu a camisa e o segundo estrangeiro com mais jogos (505) em catorze temporadas consecutivas no clube.

BOA BASE – Marcelo começou na base do Fluminense em 2002, tornando-se profissional em 2005, campeão carioca, promovido a titular pelo técnico Abel Braga. Antes de sair em 2006, após 8 gols em 44 jogos, foi o lateral-esquerdo da seleção do Campeonato Brasileiro, embora o time tenha ficado em décimo quinto, bem próximo do rebaixamento.

16 MILHÕES – Pela venda de Marcelo, no final de 2006, o Fluminense recebeu 6 milhões de euros, na época, 16 milhões de reais, a salvação do pagamento de dezembro e do décimo terceiro. Marcelo ganhou do Real Madrid 500 mil euros (R$1.300 mil). Chegou à Espanha com status de melhor lateral-esquerdo brasileiro, como publicou o diário As, de Madrid.

A ESTREIA – Marcelo entrou aos 12 do segundo na estreia, em 7 de janeiro de 2007, no estádio Riazor, em La Coruña, onde o Real Madrid perdeu (2 x 0) para o Deportivo, que não ganhava havia nove jogos. Mesmo jogando bem, Marcelo não conseguiu evitar que no primeiro jogo do ano o Real Madrid sofresse a segunda derrota consecutiva.

SEGUNDO – Estava iniciada a carreira do segundo estrangeiro com mais jogos pelo Real Madrid. Marcelo, com 505 jogos,precisa de mais 23 para superar Roberto Carlos, que fez 527 jogos e 68 gols, de 1996 a 2007, e também entrou na galeria dos notáveis do clube. Em 14 temporadas, Marcelo fez 505 jogos, marcou 37 gols e criou 83 assistências.

OS TÍTULOS – Marcelo ganhou 18 títulos no Real Madrid: campeão espanhol – 2006-2007, 2007-2008, 2011-2012 e 2016-17 -; campeão da Liga dos Campeões da Europa – 2013-2014 e três consecutivos, em 2015-16, 2016-17 e 2017-18 -; quatro vezes a Supercopa da Espanha; quatro vezes a Supertaça da Espanha e duas vezes a Copa do Rei da Espanha.

GOL CONTRA – Marcelo tornou-se o primeiro da seleção brasileira a fazer gol contra em Copa do Mundo, em 12 de junho de 2014, na Arena Corinthians. Menos mal: o Brasil virou para 3 x 1. Bom dizer: foi o segundo gol contra em jogo de abertura das 21 Copas do Mundo: Tom Boyd, da Escócia, fez o primeiro, em 1998, na Copa que teve recorde de gols contra: 4.

FUSQUINHA NO BRAÇO – Marcelo Vieira da Silva Jr, carioca, taurino de 12 de maio, bem casado com a ex-atriz Clarisse Alves e pai de Liam e Enzo, que já desponta na base do Real Madrid, gosta de tatuagens e tem 70 no corpo! Uma delas, no braço, a de um fusquinha, em homenagem ao avô Pedro, maior incentivador da sua carreira, que o levava aos treinos da base do Fluminense em Xerém.

Fotos: Real Madrid, Diário de Goiás, arquivo pessoal do Marcelo, Lance, ND,