O ex-ponta-direita Marinho, que viveu sua melhor fase no Bangu, nos anos 80, deixa hoje (18) a UTI e vai completar a recuperação em um quarto do Hospital Alberto Cavalcanti, no bairro Padre Eustáquio, na região Noroeste de Belo Horizonte. Acompanhado nas visitas diárias dos filhos João, Steve e Priscila, o ex-atacante  apresenta melhora, um mês depois de cirurgia do pâncreas, e de complicações de próstata e estômago.

62 ANOS – Nascido Mario José dos Reis Emiliano, em 23 de maio de 1957, em Belo Horizonte, Marinho foi revelado pelo técnico Barbatana- 1929 – 2011 , descobridor de outros talentos, tipo Reinaldo, um dos grandes artilheiros do Atlético, com 255 gols em 475 jogos, de 1973 a 1985. Campeão mineiro em 76, Marinho saiu para o Bangu, vice-campeão carioca e brasileiro em 1985, e foi do elenco do Botafogo, bicampeão carioca 89-90.

SELEÇÃO – Marinho foi da seleção brasileira nos Jogos Olímpicos de 1976, no Canadá. Habilidoso e veloz, ganhou o prêmio de melhor jogador do Brasileiro de 85 e em 86 esteve na pré-seleção do técnico Telê Santana, que não o incluiu na lista final da segunda Copa no México.Em 88 passou a beber muito, após a morte do filho Marlon, de um ano e sete meses, na piscina da casa onde morava. Uma perda que fez sua carreira entrar em declínio. Aos 12 anos, Marinho perdeu a mãe, Irene, atropelada quando o levava a um treino.

Foto: Superesportes