Quando será que o genial Lionel Messi, craque-símbolo do talento do futebol mais técnico e refinado do mundo, vai parar de bater recordes? Talvez só Deus, que lhe deu o dom da arte do futebol da mais pura qualidade, possa responder. Messi tornou-se neste sábado (7), o maior recordista de três gols em um jogo do Campeonato Espanhol.

53 HAT-TRICKS – Com os três gols dos 5 x 1 no Mallorca, o Barcelona manteve a liderança e Messi completou 53 hat-tricks na carreira e 35 hat-tricks no Campeonato Espanhol, superando os 34 de Cristiano Ronaldo, que jogou 10 temporadas no Real Madrid. 71.020 torcedores foram ao delírio, em noite de 20 graus no estádio Camp Nou

BOLA DE OURO – Messi já havia iniciado a semana com o recorde da sexta Bola de Ouro de melhor do mundo, que recebeu na noite de segunda (2), na festa da revista France Football, no Teatro Châtelet, em Paris. Seus três filhos – Thiago, Mateo e Ciro – entraram em campo e lhe entregaram o troféu, que ergueu sob muitos aplausos.

OBRA-PRIMA – O último gol do primeiro tempo, que o uruguaio Luis Suarez marcou de calcanhar, aos 43 minutos, foi considerado uma obra-prima. Ele recebeu a bola do meia holandês Frenkie De Jong e fingiu um drible, evitando a marcação dos zagueiros e tocando com o calcanhar esquerdo para surpresa do goleiro Manolo Reina. Desde já, como dos mais lindos, o gol de Suarez vai concorrer ao prêmio Puskas no ano de 2020.

188 GOLS – O gol de Luis Suarez, 32 anos, uruguaio de Salto – a 500 km da capital Montevidéu -, foi o de número 188 em 264 jogos pelo Barcelona, que defende desde julho de 2014, comprado do Liverpool. Em 28 jogos, com 28 equipes diferentes, no campeonato, Suarez marcou 139 gols e o Mallorca está entre suas maiores “vítimas”.

O LANÇAMENTO – O primeiro da goleada de 5 x 2 do Barcelona, logo aos 7 minutos, foi primoroso, pelo lançamento longo do goleiro alemão Ter Stegen, que o francês Griezmann aproveitou. Messi fez seus dois primeiros gols aos 17 e aos 41, ambos de fora da área, e aos 37, de dentro da área, fechou a goleada aos 37. O croata Ante Budimir, atacante de 28 anos, 1,90m, marcou os dois gols do Mallorca, décimo sétimo com 14 pontos.

OS LÍDERES – Ter Stegen, Sergi Roberto, Piqué, Lenglet e Firpo Jr; Rakitic (Aleñá, 27 do segundo tempo), Busquets e De Jong (Arturo Vidal, 19 do segundo tempo); Messi, Suarez e Griezmann (Carlis Perez, 39 do segundo tempo). Técnico – Ernesto Valverde. O Barcelona lidera pelo saldo de gols (23 x 21), empatado com o Real Madrid em 34 pontos. Messi é o artilheiro com 12 gols em 16 rodadas.

25 FALTAS – O árbitro Munuera Montero marcou 25 faltas em Barcelona 5 x 1 Mallorca e a surpresa ficou em que 15 foram cometidas por jogadores do Barcelona, únicos advertidos com cartões amarelos: Piqué, Busquets e Sergi Roberto. Com a precisão habitual, o Barcelona trocou 651 passes, mais 362 que o Mallorca, que acertou 289.

Foto: Terra