COM OS DOIS GOLS DA VITÓRIA SOBRE O ATLÉTICO GOIANIENSE, MICHAEL agora quer mais do que continuar contribuindo para manter a chance do terceiro título consecutivo de campeão brasileiro, que só o São Paulo ganhou pela única vez em 2006-07-08; ele quer ser também o artilheiro do Campeonato Brasileiro de 2021: “Seria a conquista pessoal mais importante da minha carreira” – ressalta o atacante goiano de 26 anos, que caiu nas graças da torcida.

MICHAEL REVELA QUE A MOTIVAÇÃO AUMENTOU. Ele já marcou nove gols, empatado com o parceiro Bruno Henrique e Edenilson, do Internacional, os três com menos um gol que Ytalo, do Bragantino, que joga amanhã (7), em casa, com o Athletico Paranaense; menos dois gols que Yuri, do Internacional, e que Hulk, do Atlético Mineiro, que joga amanhã (7), em casa, com o América Mineiro, e menos três gols que Gilberto, do Bahia, que joga amanhã (7), em casa, com o São Paulo.

MICHAEL DIZ QUE A DIFERENÇA DE nove pontos (62 a 53) será reduzida a cada rodada, graças à motivação criada pelo técnico: “Além de bom técnico, Renato exerce uma liderança de grupo firme e sem se exceder. Ele é incapaz de gritar, de se mostrar irritado, mesmo nos momentos em que o jogador comete um erro. Ele se dirige sempre em tom tranquilo ao grupo e é ainda mais calmo quando chama o jogador para uma conversa particular”.

MICHAEL FAZ QUESTÃO DE RESSALTAR também que Renato é agregador e que todos os jogadores do elenco reconhecem a franqueza como um dos pontos mais importantes dele: “O Renato é direto, franco, objetivo, e sabe dizer o que pensa, sem ofender. Ele contribui muito para o jogador corrigir falhas, de passe, de finalização, de deslocamentos. Deve ter aprendido muito em campo e com a orientação dos bons treinadores que teve. Sou muito grato ao Renato”.

O JOGO DE SEGUNDA (8) COM A CHAPECOENSE, na Arena Condá, será o 32º de Renato, desde o 1 x 0, gol de Michael, no Defensa y Justicia, na estreia da fase de grupos da Libertadores. Já são 21 vitórias, 6 empates e só 4 derrotas, com 72 gols marcados e 25 sofridos. Renato completará 19 jogos como visitante no Campeonato Brasileiro, mantendo sempre o Flamengo na linha de frente, com 10 vitórias, 5 empates e só 3 derrotas.

O FLAMENGO COMPLETARÁ A RODADA, já sabendo dos resultados do Palmeiras, terceiro com 50 pontos, que pode ultrapassá-lo se vencer o clássico da tarde de amanhã (7) com o Santos, na Vila Belmiro, e do Atlético, líder com 62 pontos, que faz o clássico mineiro com o América, amanhã (7), no Mineirão. O Flamengo pode pelo menos manter a diferença, mas a expectativa é a de que ambos possam perder pontos para que a vantagem seja reduzida.

Foto: UOL Esportes