Complicou-se de vez a situação da Fiorentina, que há meio século não ganha o Campeonato Italiano, desde a temporada 68-69. Em 2019-2020, a Viola – assim tratada pela cor da camisa -, só conseguiu quatro vitórias e é décimo quinto entre os vinte. No último jogo, em que foi goleada (4 x 1) pela Roma, no estádio Artemio Franchi, em Florença, a situação ficou ainda pior.

LOGO DEPOIS que o meia Lorenzo Pellegrini fez o terceiro gol da Roma, aos 37 do segundo tempo, vários objetos foram atirados ao gramado pelos torcedores revoltados. Um deles era metálico, em formato de caixa, que o meia africano Amadou Diawara, de 22 anos, da Roma,entregou ao árbitro Daniele Orsato, que logo o repassou ao inspetor do jogo.

DEPOIS DO EXAME, com a equipe da perícia técnica, o inspetor informou que a peça metálica era um pequeno moedor, que continha boa quantidade de maconha. A hipótese de que poderia ser uma embalagem de manteiga de cacau foi descartada. A Fiorentina vai a julgamento, e a pena pode não ser tão branda.

Foto: en24.news