Escolha uma Página

MORREU HOJE (20), de parada cardíaca, em um hospital de Munique, o ex-lateral Andreas Brehme, de 63 anos, autor do gol de pênalti da única final de Copa do Mundo que terminou 1 x 0, no terceiro título da Alemanha, devolvendo à Argentina, no domingo, 8 de julho de 1990, no Estádio Olímpico de Roma, a derrota por 3 x 2 na decisão da Copa do Mundo de 1986, no Estádio Azteca, da Cidade do México.

ALÉM DO GOL ÚNICO em final de Copa do Mundo, convertendo com categoria o pênalti do zagueiro Roberto Sensíni no atacante Rudi Voller, marcado com precisão pelo árbitro mexicano Edgardo Codesal, aos 40 minutos do 2º tempo, Andreas Brehme fez da Alemanha a primeira seleção da Europa a derrotar uma seleção da América do Sul em uma decisão de Copa do Mundo.

COM O GOL DO 3º TÍTULO MUNDIAL da Alemanha, antes campeã em 1954 e 1974, Andreas Brehme conseguiu também outro feito histórico, fazendo do ex-volante Franz Beckenbauer, capitão campeão de 1974, o segundo campeão do mundo como jogador e técnico, depois de Zagallo, titular em todos os jogos de 1958 e 1962, e técnico que venceu todos os jogos na Copa de 1970. O terceiro a conseguir foi o francês Didier Deschamps, meia campeão em 1998 e técnico campeão em 2018.

ANDREAS BREHME nasceu na 4ª feira, 9 de novembro de 1960, em Munique, a bela capital do estado da Baviera, onde fez 8 gols em 80 jogos pelo Bayern, primeiro dos dois grandes times que defendeu, campeão alemão e da Supercopa da Alemanha em 86-87. Iniciou em 1980 e encerrou a carreira em 1998, com 143 jogos e 12 gols pelo Kaiserlautern, bicampeão alemão 1996-97/1997-98.

Franz Beckenbauer, Lothar Matthaeus e Andreas Brehme

ANTES DA VITÓRIA de hoje (20) sobre o Atlético de Madrid (1 x 0), no jogo de ida das oitavas de final da Champions, os jogadores e os 73.709 torcedores da Inter respeitaram um minuto de silêncio, no estádio Giuseppe Meazza, no bairro de San Siro. A camisa da Inter foi a que Andreas Brehme mais vestiu: 155 jogos, 12 gols, de 1988 a 1992, campeão italiano, da Copa da Itália e da Copa da Europa.

A SELEÇÃO ALEMÃ em que foi campeão do mundo em 1990: Ilgner, Augenthaler, Berthold (Reuter), Buchwald e Andreas Brehme; Kohler, Hassler, Littibarski e Lothar Matthaus; Klinsmann e Rudi Voller. Na seleção, Andreas Brehme participou de três Copas do Mundo, 1986 (vice-campeão); 1990 (campeão com o gol do título), e 1994. Em 86 jogos, 8 gols (2 de pênaltis, 3 de falta), de 1984 a 1994.

Foto: Reprodução, Arab News e Terra