Escolha uma Página

A FRASE FOI DITA a Abel Ferreira, técnico português de 44 anos, único estrangeiro bicampeão brasileiro no Palmeiras, pelo italiano Carlo Ancelotti, de 64 anos, duas vezes campeão da Liga dos Campeões, como jogador e técnico do Milan, quando perguntado sobre que conselho daria a um jovem treinador, que faz nove, dez jogos por mês. Ancelotti resumiu: “Se entenderes bem o que vou te dizer, vais entender a essência do futebol. Não leves o futebol tão a sério”.

DEPOIS DO ENCONTRO, há cerca de um mês, com o técnico italiano, Abel Ferreira disse que fez uma reflexão, e deu plena razão a Ancelotti: “Seria impossível deixar de ouvir a orientação de um profissional da competência, do valor e da grande experiência que tem”. O técnico português lembrou que Ancelotti não só foi campeão no Milan, como jogador e técnico, mas técnico campeão em outros clubes de renome, tais como Chelsea, PSG, Bayern e Real Madrid, atual campeão”.

ABEL FERREIRA fez outras declarações, ao voltar a Lisboa nesta 5ª feira (14), depois de 70 jogos em 2023, com 41 vitórias, 17 empates, 12 derrotas, além de bicampeão brasileiro e bicampeão paulista. No Brasil desde 5 de novembro de 2020, o técnico dirigiu o Palmeiras em 254 jogos, com 147 vitórias, 60 empates, 45 derrotas, saldo de 229 gols: 429 x 200, e ganhou nove títulos: Copa do Brasil 2020; Libertadores 2020-21; Recopa Sul-Americana 2022; Campeonato Paulista 2022-23; Supercopa do Brasil 2023, e Campeonato Brasileiro 2022-23.

O TÉCNICO DISSE que o estresse acumulado em três anos no Brasil, “exige que eu faça um retiro, tal como os padres, no silêncio, ouvindo a minha consciência. Mas, por ora, é descansar, esquecer o futebol e desfrutar com a família das festas de Natal e Ano Novo, na expectativa de dias ainda melhores”. Abel Ferreira renovou o compromisso de cumprir o contrato com o Palmeiras, assinado até dezembro de 2024, e fez questão de exaltar o clube.

“O PALMEIRAS É UM CLUBE muito organizado, com recursos humanos muito qualificados. Tudo o que consegue deve ser creditado a um grupo muito forte, com o trabalho sério e aplicado de muitas pessoas. Confesso minha surpresa, ao chegar ao Brasil, de encontrar um clube com todos os recursos, iguais aos clubes mais ricos, e mesmo que não esteja entre os mais ricos, o Palmeiras pode e deve ser apontado como referência entre os clubes mais organizados do mundo”.

SOBRE SEUS MÉTODOS de trabalho, com tão bons resultados e tantas conquistas, resumidos em nove títulos expressivos em três anos, o técnico salientou: “Ao contrário do que alguns pensam, meu trabalho é feito de modo a humanizar o futebol. Isso é mais do que uma filosofia de jogo, é uma filosofia de vida, uma forma de bem-estar em um esporte coletivo, em que todos somos um, onde um corre pelo outro, e em que todos são responsáveis por tudo”.

ABEL FERREIRA disse, ao finalizar a conversa no aeroporto da Portela, a 20 minutos do Centro de Lisboa, por 15 euros (R$80) de táxi, incluída a taxa de bagagem: “Continuarei a acreditar que o futebol é a vitória da resiliência, dos que nunca desistem, dos que se empenham, dos que lutam, dos persistentes, sabendo que não vão ganhar todos os jogos, mas conscientes de que vão tentar ganhar todos os que forem possíveis, até a última gota de suor”.

Fotos: Conmebol/Divulgação e Cesar Greco/Palmeiras