Escolha uma Página

COM OS GOLS de Bruno Henrique aos 10 e Gabriel aos 41 do primeiro tempo, o Flamengo venceu o Sampaio Corrêa, de Saquarema, por 2 x 0, na noite de ontem (31), no estádio Mangueirão, em Belém, pela quinta rodada, e subiu três posições, mesmo com menos um jogo. Pedro, artilheiro do time na temporada, foi poupado.

DOMINGO (4), na reabertura do Maracanã, o Flamengo disputará o primeiro clássico do Campeonato Carioca de 2024 em 5º lugar, com vantagem no saldo de gols sobre o Vasco, ambos com 8 pontos, que ao perder a invencibilidade para o Nova Iguaçu, caiu para o 6º lugar e pode terminar a 5ª rodada em 7º, se o Madureira, com 6, vencer hoje (1) o Boavista.

FLAMENGO E FLUMINENSE, com 10 pontos, que encerra a 5ª rodada na noite de hoje (1) com o Bangu, no estádio Luso Brasileiro, na Ilha do Governador, são os invictos. Com três vitórias, um empate, saldo de cinco gols (7 a 2), o Fluminense pode chegar aos 13 pontos, abrindo três de vantagem sobre o Botafogo, 2º, e Nova Iguaçu, 3º.

O ÚLTIMO GOL de Bruno Henrique havia sido o do 1 x 1 do segundo jogo da decisão da Copa do Brasil com o São Paulo, em 24 de setembro de 2023, no Morumbi. Já o último gol de Gabriel foi de pênalti, 3 x 2 no Coritiba, em 20 de agosto de 2023, mas o último com bola rolando, em 26 de julho de 2023, 2 x 0 no Grêmio, em Porto Alegre.

GABRIEL fez na noite de ontem (31) o primeiro jogo como titular, do início ao fim, desde que Tite assumiu em outubro de 2023. Gabriel só havia entrado no transcurso, em 10 dos 15 jogos com o técnico, que não o convocou para a Copa do Mundo de 2022.

BRUNO HENRIQUE e Gabriel, autores dos gols da noite de ontem (31), em Belém, não marcavam gol no mesmo jogo desde 20 de fevereiro de 2022, na Arena Pantanal, em Cuiabá, no 2 x 2 da final da Supercopa do Brasil, que o Flamengo perdeu nos pênaltis para o Atlético Mineiro.

O FLAMENGO da 2ª vitória sem sofrer gol: Rossi, Wesley, Leo Pereira, David Luiz e Ayrton Lucas (Varela); Erick (Allan), Gerson (Luis Araújo), De La Cruz (Rayan Lucas) e Arrascaeta (Mateus Gonçalves); Gabriel e Bruno Henrique. O time titular havia goleado o Audax (4 x 0), na estreia, na Arena da Amazônia, em Manaus.

A SITUAÇÃO do vice-presidente de futebol Marcos Braz ficou ainda mais complicada. Um grupo de conselheiros pediu ontem (31), que o dirigente seja suspenso do cargo, após as cenas da agressão ao torcedor exibidas em todos os canais de televisão. O Conselho de Ética da Câmara dos Vereadores também deverá puni-lo.

Foto: Gilvan de Souza / CRF