O Paris Saint Germain, campeão francês, acertou a contratação de Maurício Pochettino, técnico argentino de 48 anos, sem clube desde novembro de 2019, quando saiu do Tottenham, de Londres, depois de seis temporadas consecutivas. Ele vai comandar Neymar, jogador mais caro do mundo, que o PSG tirou do Barcelona em junho de 2017, pagando a multa de 222 milhões de euros, quase 1 bilhão de reais. Neymar ganha por mês no PSG 3 milhões de euros, quase 20 milhões de reais.

DEMITIDO – Pochettino acertou com o PSG um dia depois da demissão do alemão Thomas Tuchel, de 47 anos, após 127 jogos em 30 meses – 95 vitórias, 13 empates, 19 derrotas, sendo a mais sentida na final da Liga dos Campeões para o Bayern Munique. Tuchel foi bicampeão francês, ganhou a Copa da França e a Copa da Liga Francesa, e foi demitido horas após o PSG golear (4 x 0) o Estrasburgo. O relacionamento dele com a direção do clube estava desgastado.

PAPAI NOEL – Em sua capa desta sexta (25), L’Equipe – o melhor jornal esportivo francês – publica a foto do novo técnico do PSG, sob o título Attendu come le Père Noel (Esperado como Papai Noel). Pochettino vive na Europa desde os 22 anos, quando se tornou um dos profissionais mais respeitados como zagueiro do Espanyol, de Barcelona – 275 jogos, 13 gols -, durante 10 anos. Depois jogou duas temporadas no PSG e uma no Bordeaux, antes de iniciar a carreira de técnico em 2009 no Espanyol.

VICE-CAMPEÃO – Antes de acertar com o PSG, o técnico argentino recusou alguns convites, depois de bons trabalhos na Inglaterra, com o Southampton, em 2013-14, e o Tottenham, que levou à primeira final da Liga dos Campeões entre ingleses, em 2018-19, perdendo (2 x 0) para o Liverpool, que a seguir foi campeão do mundo ao vencer o Flamengo no Catar. Pochettino domina bem inglês, francês, italiano e ainda fala espanhol com desenvoltura. É tido como um dos técnicos mais elegantes.

VOLTA DE NEYMAR – Depois de terminar 2020 com apenas 29 jogos e 22 gols pelo PSG, em virtude de alguns problemas de saúde e contusões, Neymar está se preparando para voltar no jogo especial da quarta-feira, 13 de janeiro, com o Olympique Marselha, pela decisão da Taça dos Campeões da França, no Parque dos Príncipes, estádio do PSG. Neymar torceu o tornozelo na derrota (1 x 0) para o Lyon, no segundo domingo (13) de dezembro.

Foto: The SportsRush