Um dia depois de demitir o carioca Marcelo Cabo, de 54 anos, que saiu em oitavo lugar com 18 pontos em 12 jogos – 5 vitórias, 3 empates, 4 derrotas, saldo de 1 gol (13 a 12) -, o Vasco anunciou hoje (20) a contratação do gaúcho Lisca, de 48 anos, que será apresentado quinta (22) e estreará sábado (24) no jogo com o Guarani, às 21 horas, em São Januário. Ele saiu do América Mineiro em junho como penúltimo da Série A, com um empate e três derrotas, sem fazer gol. 

DÉCIMO SEXTO – O Vasco é o décimo sexto clube do técnico, que nunca jogou futebol como profissional nem tem título de expressão na carreira iniciada em 1990 na base do Internacional, com sequência no São Paulo, Grêmio e Fluminense. A primeira equipe principal que dirigiu foi a do Ulbra, de Canoas, na região metropolitana de Porto Alegre, e das outras 15, só voltou ao Náutico e ao Ceará, onde ganhou da torcida o apelido de Lisca Doido ao manter o time na Série B.

RETROSPECTO –  Lisca dirigiu o Náutico em 2013 e voltou em 2015, após ser demitido em 2014 do Sampaio Corrêa, sob protesto da torcida. No Ceará, entrou em setembro de 2015 e saiu em março de 2016, por má campanha no estadual. No Joinvile, ficou de junho a setembro de 2016, demitido por maus resultados. No Internacional, em 2016, saiu após três jogos por não evitar o rebaixamento. No Paraná, em 2017, demitido após sete jogos, sem tirar a equipe da Série B.

ALTOS E BAIXOS – Lisca viveu sua melhor fase como treinador em 2020 no América Mineiro, de volta à Série A como vice-campeão da Série B, perdendo o título para a Chapecoense por diferença de dois gols, e ao classificar o time, pela primeira vez, às semifinais da Copa do Brasil, eliminado pelo Palmeiras, depois de eliminar o Corinthians nas quartas de final. Lisca perdeu o Campeonato Mineiro de 2021 para o Atlético, que tinha a vantagem do empate e o jogo foi 0 x 0.

O DESGASTE – O processo de desgaste do técnico na Série A de 2021 começou com maus resultados. O América perdeu os dois primeiros jogos por 1 x 0 para o Athletico Paranaense, em Curitiba, e o Corinthians, em Belo Horizonte. Derrotado pelo Flamengo por 2 x 0 no Maracanã, Lisca saiu após o 0 x 0, em Belo Horizonte, com o Cuiabá. Só na quinta rodada, já sem ele no comando, a equipe marcou o primeiro gol, mas levou a virada (2 x 1) do Palmeiras, em São Paulo.

SEIS JOGOS – Lisca assumirá o Vasco faltando seis jogos para o final do turno da Série B. Amanhã (21), no jogo com o CSA, no estádio Rei Pelé, em Maceió, o time será dirigido por Alexandre Gomes, de 43 anos, com bom trabalho nas divisões de base. O novo técnico terá dois jogos em julho: 24 com o Guarani e 31 com o Botafogo, e quatro agosto: 7 com o Vitória (fora); 10 com Vila Nova (casa); 14 com o Remo (fora) e 17 com o Londrina (casa).

LISCA tem cinco letras no apelido e vinte e sete no nome completo de batismo, Luiz Carlos Cirne Lima de Lorenzi, nascido sob o signo de Leão, na sexta-feira, 11 de agosto de 1972, em Porto Alegre. Lisca havia recusado proposta do Botafogo, o primeiro a procurá-lo, e o Vasco, com um pé na frente e outro atrás, já havia pensado no ex-volante Doriva, atual assistente técnico do Corinthians, a convite do técnico Sylvinho, ex-lateral, com quem jogou no espanhol Celta de Vigo.

Foto: You yes