Com o carinho da esposa Ana Paula e dos filhos Mariana e Guilherme, que sentem orgulho do sobrenome Cazorla, de origem espanhola, o ex-goleiro Márcio, que vestiu e honrou a camisa do Vasco em 112 jogos, entre 1988 e 2005, comemora hoje 50 anos, no mesmo dia da semana em que nasceu, terça-feira, 16 de  março de 1971, em Porto Alegre. Aos 15 anos, já com muito empenho e disciplina, pilares de sua vida, iniciou a formação na base do Vasco, tornando-se profissional aos 17 anos em 1988.

AMIZADE – Márcio integrou o elenco do Vasco durante dezessete anos, e recorda sempre com alegria as conquistas de quatro Taças Guanabara; dos Brasileiros de 97 e 2000; da Libertadores de 98; do Rio-São Paulo de 99; da Mercosul de 2000; do primeiro tricampeonato carioca, em 1992-93-94, e do quinto título carioca em 2003. E ressalta a amizade com Carlos Germano: “Sempre nos incentivamos, torcendo um pelo outro. Uma amizade que nos fortaleceu e que mantemos elevada até hoje”.

Márcio, Ana Paula, Guilherme e Mariana, a família Cazorla alegre e feliz.

TREINADORES – Durante o período em presidiu o Vasco, na eleição de 2008 e na reeleição de 2011, Roberto Dinamite convidou Márcio e Carlos Germano, que se tornaram os melhores treinadores de goleiros do Vasco, aplicando nos ensinamentos aos mais novos todas as grandes lições que aprenderam em campo. Na época em que pouco se valorizava o goleiro, por saber sair jogando com os pés, tanto Márcio quanto Carlos Germano já se destacavam nesse fundamento, tão elogiado nos tempos atuais.

TAFFAREL – Márcio diz que o conterrâneo Taffarel, gaúcho de Santa Rosa, só quatro anos mais velho, foi sua fonte de inspiração: “Um goleiro como vi poucos e por muitos motivos: simplificava a defesa; saía no momento certo para cortar o cruzamento; não rebatia a bola para a frente do gol; orientava bem e dava tranquilidade aos zagueiros; sabia se posicionar sempre com correção e tinha muita segurança na reposição da bola, com a mão ou com os pés. Foi um modelo de goleiro”.

 Márcio, Guilherme, Ana Paula e Mariana, a família Cazorla sempre unida e feliz

VERA GOL – Márcio hoje é sócio-gerente do Clube Vera Gol, em Itaboraí, na região metropolitana do Rio, e administra toda a estrutura, equipe de funcionários, locações e parceria com terceirizados de academia e restaurante. O clube funciona desde 2007, com três campos de futebol soçaite, quadras de areia e de tênis, ginásio poliesportivo, piscina, salão de festas, em área de 40 mil m2, dotada até de heliporto. 

Márcio, Ana Paula, Guilherme e Mariana, a família Cazorla feliz e unida.

VIRTUDES – Como todos os piscianos de 16 de março, Márcio Cazorla é capaz de combinar o imaginativo e o prático; o inspirativo e o sensato, em uma atitude atraente e realista. Idealista e com personalidade expansiva; perceptivo e inteligente, sabe, como poucos, criar e manter amizades duradouras. Que Márcio, Ana Paula, Mariana e Guilherme tenham um dia especial,, no ambiente harmonioso em que vivem, deixando Luzia e Marinho, sogros, pais e avós, ainda mais felizes.

Márcio e Carlos Germano, goleiros dos anos de grandes conquistas do Vasco.

Fotos: SuperVasco | e Acervo da família.