Escolha uma Página

Mesmo sem o artilheiro Robert Lewandowski, que já fez 30 gols e deve ganhar a Chuteira de Ouro de 2019-20 pela primeira vez, e Thomas Muller, líder de assistências com 20, que cumpriram suspensão, o Bayern manteve a liderança, com sete pontos de vantagem, ao vencer (2 x 1) o Borussia Monchengladbach, neste sábado (13), na Arena Munique. O time será octacampeão e conquistará o trigésimo título na próxima terça (16), se vencer o Werder Bremen, penúltimo, no Weserstadion, em Bremen.

SÓ NO FINAL – Foi a menos confortável das 23 vitórias do time recordista de títulos e de sequência de campeonatos, ao enfrentar adversário que quase só se preocupou em se defender e contou com um desvio para fazer seu gol. O holandês Joshua Zirkzer, de 19 anos, abriu o placar aos 27, e o lateral francês Benjamin Pavard, fez contra o gol do Monchengladbach, aos 37. Pavard se reabilitou aos 43 do segundo tempo, com um cruzamento rasteiro para o alemão Leon Goretzka fazer o gol da vitória do Bayern.

MAIS QUE 16 – O Campeonato Alemão é disputado por 18 equipes e o Bayern tem mais saldo de gols (61) do que os gols marcados por 16 times. O Bayern lidera com superioridade absoluta sobre o vice-líder Borussia Dortmund, que neste sábado (13) suou muito para vencer o Fortuna Dusseldorf, antepenúltimo (1 x 0, gol de Erling Haaland, de cabeça, aos 44 do segundo tempo), na EspritArena, em Dusselforf. O Bayern tem 73 pontos – 23 vitórias, 4 empates, 4 derrotas, 92 gols pró e 31 contra, e o vice-líder Borussia Dortmund, 66 pontos – 20 vitórias, 6 empates, 5 derrotas, 82 gols a favor e 35 contra.

GARANTIDOS – Bayern Muniquee Borussia Dortmund estão garantidos na Champions League 2020-2021. O Leipzig, terceiro com 62 pontos, após vencer fora de casa (2 x 0) o Hoffenheim, neste sábado (13), na Rhein-Neckar Arena, está bem perto da classificação, e a quarta vaga será decidida entre o Borussia Monchengladbah e o Bayer Leverkusen, do meia-atacante  Paulinho, ex-Vasco, que joga neste domingo (14), fora de casa, com o Schalke-04, na Arena Veltins, em Gelsenkirchen.

OS QUASE OCTA – Neuer, Pavard, Boateng, Lucas Hernandez (Davies) e Alaba; Kimmich, Cuisance (Coman), Goretzka e Perisic; Gnabry, Zirkzee (Wriedt). O técnico Hans-Dieter Flick, ex-meia de 55 anos, assistente do técnico Joachim Low, na Copa de 2014, que a Alemanha ganhou no Maracanã, elogiou muito o novato holandês Joshua Zirkzee, de 19 anos, que substituiu Lewandowski, e o alemão Leon Goretzka, que substituiu Thomas Muller. Goretzka foi da seleção que perdeu a final dos Jogos Olímpicos de 2016 para o Brasil, nos pênaltis, no Maracanã.

Fotos: Alexander Hassenstein/Getty Images, Bayern Munique FC