Cristiano Ronaldo vive a expectativa de marcar na próxima segunda (14), no Estádio Olímpico de Kiev, capital da Ucrânia, o gol 700 de sua notável carreira, vestindo a camisa de quatro times e da seleção de Portugal.Cristiano Ronaldo fez ontem (11) o gol 699, com uma linda cobertura, na vitória (3 x 0)  sobre Luxemburgo, diante de 50 mil torcedores, no estádio José Alvalade, em Lisboa, em jogo da fase de grupos das eliminatórias da Eurocopa. Com 3 x 0 de ontem (11) sobre Luxemburgo, Portugal consolidou a vice-liderança do Grupo B, com 11 pontos, e tentará reduzir a vantagem da Ucrânia, que lidera com 16. Classificam-se duas, e a Sérvia, em terceiro, tem 7 pontos.

PELÉ, SEMPRE PELÉ – O único e eternoRei do Futebol, Atleta do Século 20, abre a lista dos maiores artilheiros da história, em jogos oficiais, com 779 gols em 842 jogos, entre 1956 e 1977, vestindo uma única camisa, a do Santos FC, com a qual detém o recorde absoluto de 11 anos consecutivos artilheiro do Campeonato Paulista.

ROMÁRIO – Com mais 123 jogos e menos 31 gols que Pelé, o segundo da lista é outro artilheiro notável: o carioca Romário, que marcou 748 gols em 965 jogos, entre 1985 e 2009. 

PUSKAS –Ferenc Puskas marcou época no Honved e na seleção da Hungria, a primeira a ganhar, com show de bola e 6 x 3, da Inglaterra, no antigo Estádio Imperial de Wembley, em Londres, em 1963, três anos antes de os ingleses ganharem sua única Copa do Mundo. Puskas fez 709 gols em 700 jogos, entre 1943 e 1966Puskas naturalizou-se espanhol, foi cinco vezes consecutivas campeão da Europa pelo Real Madrid – ganhou o título de presidente de honra do clube – e disputou a Copa do Mundo de 1962 pela Espanha, perdendo (2 x 1, de virada, com dois gols de Amarildo) o jogo com o Brasil. A FIFA decidiu homenageá-lo com o nome do prêmio para o gol mais bonito da temporada na Europa.

GERD MULLER – Atacante mais brilhante da história do futebol alemão, artilheiro da Copa do Mundo de 1974, com 10, fez o gol 800 da história das Copas em 1970.  Muller marcou 701 gols em 762 jogos oficiais com a camisa da seleção e do Bayern de Munique, de 1962 a 1983. O recorde de Gerd Muller, de 40 gols no campeonato alemão, em 71-72, ainda não foi igualado. Depois do francês Just Fontaine, com 13 gols em 1958, e do húngaro Sandor Kocsis, com 11 gols em 1954, Gerd Muller é o terceiro maior artilheiro de uma só Copa, com os 10 que marcou em 1974, no segundo título mundial dos alemães.

CRISTIANO RONALDO – O excepcional artilheiro português de 34 anos, completará 974 jogos oficiais na próxima segunda (14), em Ucrânia x Portugal, quando poderá se tornar o quinto maior goleador, desde 2001-2003, com os 5 gols que fez em 31 jogos pelo Sporting. No Manchester United, de 2003 a 2009, Cristiano Ronaldo marcou 118 gols em 292 jogos.

O RECORDE – Foi durante as nove temporadas consecutivas no Real Madrid, de 2009 a 2018, que Cristiano Ronaldo estabeleceu o recorde de sua notável carreira: 451 gols em 438 jogos. Campeão italiano em sua primeira temporada, marcou 32 gols em 51 jogos pela Juventus de Turim.

EUSEBIO – Único da seleção portuguesa artilheiro em Copa do Mundo (8 gols em 1966), Eusebio – maior ídolo da história do Benfica -, 11 vezes campeão português e três vezes goleador máximo da Liga dos Campeões da Europa, continua recordista: 766 gols em 749 jogos oficiais
Bom lembrar: o terceiro lugar, melhor colocação de Portugal em Copa do Mundo, em 1966, foi conseguido com o técnico Oto Martins Glória, carioca nascido na Tijuca.

Foto: Planet Football