Escolha uma Página

Sete gols nos três jogos que abriram ontem (3) a nona rodada do Campeonato Brasileiro da Série A, com destaque para a sexta vitória em oito jogos do Athletico Paranaense, tratado por sua torcida como Furacão, que fez pernoite na liderança, com 19 pontos, ao marcar dois gols em oito minutos, nos 2 x 1 no Fortaleza, na Arena da Baixada, em Curitiba. Com 18 pontos, o Bragantino terá que vencer o São Paulo, hoje (4), no Morumbi, para reassumir a liderança. 

PRIMEIRO MINUTO – O Athletico Paranaense iniciou sufocando o Fortaleza e abriu o placar no primeiro minuto, com o gol do meia uruguaio David Terans, de 26 anos, revelado no Peñarol e comprado do Atlético Mineiro. A pressão aumentou e o segundo gol foi marcado pelo atacante Mateus Babi, ex-Botafogo, aos oito minutos, após o chute de Vitinho e o rebote do goleiro Felipe Alves. Aos 40 segundo tempo, Igor Torres fez o gol do Fortaleza.

SANTOS, Marcinho, Pedro Henrique, Tiago Heleno e Abner; Richard, Christian (Zé Ivaldo) e David Terans (Erick); Nikão (Leo Cittadini), Mateus Babi e Vitinho (Carlos Eduardo) – o Athletico Paranaense, do técnico português Antonio Oliveira. O Fortaleza, do técnico argentino Pablo Vojvoda, pode perder duas posições, se o Atlético Mineiro, com 13 pontos, ganhar do Cuiabá, e o Flamengo, com 12, vencer o Fla-Flu.

TOMOU GOSTO – Depois de sete rodadas sem ganhar e de ficar entre os quatro últimos, o América Mineiro tomou gosto pela vitória. Após a goleada de 4 x 1 no Atlético Goianiense, conseguiu a segunda vitória consecutiva em casa: 2 x 0 no Santos, na noite de ontem (3), no estádio Independência, em Belo Horizonte. João Paulo e Carlos Alberto marcaram os gols no segundo tempo, e o placar foi mantido com boas defesas do goleiro Mateus Cavichioli. 

SOBE E DESCE – Foi a segunda vitória consecutiva desde que o técnico paulista Vagner Mancini, ex-Corinthians, assumiu, e o América terminará a rodada em décimo quinto com nove pontos. Sétimo com 12 pontos após a terceira derrota, o Santos cairá duas posições, se hoje (4) o Juventude, com 12, ao menos empatar em Fortaleza com o Ceará, e o Bahia vencer fora de casa a Chapecoense.

TABU MANTIDO – O Corinthians manteve o tabu de oito jogos sem perder para o Internacional na Arena Corinthians – 4 vitórias, 4 empates -, no 1 x 1 da noite de ontem (3), em que Jô empatou com o paraguaio Ángel Romero, com 27 gols, como artilheiro da Arena Corinthians. Décimo com 11 pontos, o Corinthians cairá três posições, se Atlético Goianiense, Ceará e Fluminense vencerem hoje (4). O Internacional terminará a rodada em décimo quarto com 10 pontos.

14 PÊNALTIS – O meia Edenilson fez o gol do Internacional aos 39 do primeiro tempo, convertendo o pênalti do atacante Jô, que puxou pela camisa o zagueiro Victor Cuesta. O árbitro Marcelo de Lima Henrique foi preciso na marcação, que o VAR só confirmou três minutos depois. Foi o décimo quarto pênalti que Edenilson converteu em catorze cobranças. Jô, aos 35 do segundo tempo, redimiu-se do erro ao marcar o gol que livrou o Corinthians da derrota.

Foto: Paraná Portal