SEM SOFRER GOL NAS SEMIFINAIS, Argentina e França disputarão a final de domingo (18), no estádio Lusail, no Catar, e o campeão receberá o prêmio recorde de 42 milhões de dólares (R$223 milhões). Com o suporte de grandes anunciantes, a Fifa ganhou na Copa de 2022 o equivalente a 8 bilhões de dólares, mais 1 bilhão do que recebeu na Copa de 2018, e investiu 440 milhões de dólares (R$2.300 milhões).

O VICE-CAMPEÃO GANHARÁ 30 milhões de dólares (R$160 milhões). Tanto o campeão quanto o vice, e todas as outras 30 seleções, que participaram da primeira Copa do Mundo no Oriente Médio e última com 32 seleções, receberam 1.500 mil dólares de ajuda para os custos de preparação, além das cotas que receberão, de acordo com a classificação final.

O GOL DO LATERAL-ESQUERDO Theo Hernandez foi o primeiro de adversário que o Marrocos sofreu na Copa de 2022, de vez que antes, o único gol, na vitória sobre o Canadá por 2 x 1, na fase de grupos, foi contra do seu zagueiro Nayef Aguerd. Na derrota para a França por 2 x 0, na noite desta 4ª feira (14), o gol foi aos 5 minutos, de pé esquerdo, na pequena área. Theo Hernandez, de 25 anos, é do Milan.

A FRANÇA SEGUROU BEM a forte pressão de Marrocos na volta do intervalo, com os zagueiros Varane e Konaté ganhando todas as bolas altas, e o goleiro e capitão Hugo Lloris voltando a se sobressair. O atacante Kolo Muani, que substituiu Dembélé, fez o 2º gol aos 24 minutos, quando tocou pela primeira vez na bola, concluindo bela jogada de Mbappé, que passou por três marcadores.

FRANÇA 2 x 0 MARROCOS registrou 68.294 torcedores, 70% de marroquinos, no estádio Al Bayt. O árbitro mexicano Cesar Arturo Ramos, que completa 39 anos amanhã (15), marcou 21 faltas (10 da França) e só aplicou um cartão amarelo, aos 27 do 1º tempo, no meia Boufal, por falta em Griezmann. A árbitra brasileira Neuza Inês Back atuou como assistente do VAR.

A SELEÇÃO FRANCESA FINALISTA: Hugo Lloris (c), Koundé, Varane, Konaté e Theo Hernandez; Tchouaméni, Fofana e Griezmann; Dembélé (Kolo Muani), Olivier Giroud (Thuram) e Mbappé. Técnico – Didier Deschamps. A França teve precisão de 86% no acerto dos 293 passes; a de Marrocos foi de 81% nos 497 passes.

o MBAPPÉ estava com a camisa nº 2 de Marrocos, que trocou com o lateral Hakimi, seu melhor amigo no PSG. Eles se abraçaram após o jogo e Hakimi desejou “toda a sorte do mundo” a Mbappé na final da Copa.

o MBAPPÉ e Messi, companheiros no time do PSG, marcaram cinco gols e decidirão na final de domingo (18) quem será o artilheiro da 22ª Copa do Mundo. Olivier Giroud, do Milan, lamentou a bola na trave, que poderia ter sido seu 5º gol.

o HUGO LLORIS, goleiro-capitão, segundo que pode ganhar a Copa duas vezes consecutivas, prometeu o título ao presidente Emmanuel Macron, que completará 45 anos na próxima 4ª feira (21), três dias após a grande final.

o O ABRAÇO MAIS AFETUOSO de Hugo Lloris foi em Walid Regragui, de 47 anos, técnico da seleção marroquina, francês nascido em Corbeil-Essonnes, pequena comunidade a 28 km de Paris. Ele foi lateral-direito campeão no Ajaccio.

o O PRESIDENTE francês assistiu ao lado de Gianni Infantino, presidente da Fifa, e depois foi ao vestiário cumprimentar os jogadores e o técnico Didier Deschamps. A ida de Macron ao Catar provocou discussão na Assembleia Nacional francesa.

o O LÍDER SOCIALISTA Olivier Faure criticou: “Como sempre, as convicções de Macron seguem uma geometria variável. Durante as oitavas de final, os direitos humanos eram defendidos. Agora, na reta final, ele não fala mais em direitos humanos”.  Macron retornou a Paris, e voltará a Doha para a final de domingo (18).

o OS TORCEDORES marroquinos vaiaram a Marselhesa, hino nacional da França. As torcedoras marroquinas começaram a chorar após o segundo gol e não pararam até depois do apito final. As mais jovens usavam véu preto.

o THEO HERNANDEZ, autor do 1º gol, entrou nos planos de outros grandes europeus, mas Paulo Maldini, ex-zagueiro, que comanda o futebol do Milan, disse que o lateral francês está feliz em San Siro e vai cumprir o contrato até 2024.

Fotos: R7 Esportes / Divulgação / Preprodução Twitter