Não só pela falta de vitória nos últimos jogos, que perdeu como visitante para Coritiba e Atlético Mineiro, e empatou em casa com o Bragantino, o Vasco entra muito pressionado na noite de hoje (7), no estádio de Pituaçu, para tentar vencer o Bahia, em situação ainda mais complicada, depois de seis derrotas nos últimos sete jogos, em que seu melhor resultado foi o empate com o Internacional. A falta de estabilidade do time, desfalcado de Benitez, suspenso, e dos gols de Cano, preocupam muito.

SOB AMEAÇA – Depois do bom começo, em que chegou até a liderar, o técnico Ramon Menezes ainda não encontrou explicação convincente para a queda de rendimento. Se o Vasco não conseguir vencer o Bahia, a situação do time pode ficar sob ameaça de queda ainda maior, com a perda de posições nesta rodada. Nono com 18 pontos em 12 jogos, o Vasco corre o risco de ser ultrapassado pelo Fortaleza (17) e pelo Atlético Goianiense (15), o que seria muito ruim a três dias do clássico com o Flamengo.

SOB PRESSÃO – O Bahia também está sob pressão, mas do seu próprio técnico. Mano Menezes, do alto da experiência de 23 anos como técnico, não só de times de ponta como Cruzeiro, Grêmio, Flamengo e a própria seleção brasileira, diz não ter explicação para a falta de bons resultados. Nas últimas cinco derrotas consecutivas, o Bahia não fez gol em três, sofreu nove gols e só marcou três. O técnico resume assim: “Muita ansiedade na hora de finalizar leva a erros inaceitáveis”.

DESEMPENHO – O visitante Vasco só foi positivo nos 3 x 0 no Ceará, na Arena Castelão, onde fez única apresentação realmente segura fora do Rio, de vez que a outra vitória (3 x 2), no clássico com o Botafogo, foi no estádio Nilton Santos. Nas três derrotas como visitante, a que mais decepcionou foi a do 1 x 0 para o Coritiba, embora a última, pelo placar – 4 x 1 para o Atlético Mineiro -, tenha mostrado o time sem poder de marcação e sofrendo os gols ainda no primeiro tempo.

BAHIA EM CASA – Das sete derrotas que o Bahia sofreu, quatro foram como mandante em Pituaçu, sem fazer gol no Grêmio (2 x 0) e no Atlético Goianiense, melhorando um pouco o rendimento na última (2 x 1 para o Sport), mas deixando a defesa escancarada ao levar cinco gols do Flamengo (5 x 3), no jogo com mais gols do atual campeonato. Embora com duas vitórias – 1 x 0 no Coritiba e 2 x 1 no Bragantino -, o melhor resultado em casa foi o 1 x 1 com o Palmeiras.

Foto: SuperVasco