Escolha uma Página

MANDANTE DO JOGO DE AMANHÃ (16), que abre as semifinais, o Vasco informa que a plataforma Meu Bilhete, parceira do clube na comercialização dos ingressos, encontra dificuldades para incorporar o sistema de sócios do Flamengo. O misto de insatisfação e revolta dos torcedores rubro-negros foi logo sentido, com muitas críticas nas redes sociais. 

AINDA NÃO HÁ CÁLCULO em torno do público no confronto do primeiro clássico. Os preços variam de R$20,00 a R$145,00 para sócios-torcedores e de R$50,00 a R$250,00, mas desde logo é possível prever que domingo (20), com o mando de campo do Flamengo, o público será bem maior. O jogo de amanhã (16), às 20 horas, será apitado pelo enfermeiro Rafael de Sá Martins.

O VASCO PERDEU mais de 70% dos sócios, com a permanência na Série B em 2022, depois de ter quase 190 mil e assumir a liderança no país em 2019. Em janeiro deste ano, o balanço do clube registrou menos de 50 mil sócios. Segundo o portal do Sócio Gigante, o Vasco tinha 48 mil sócios em dezembro de 2021, dois anos depois de ter 185.405, em dezembro de 2019.

MAS O CLUBE também atribui a queda à pandemia e admite a volta dos sócios, a partir da queda das restrições, embora o reajuste do valor dos planos, desde fevereiro, tenha provocado crítica de muitos torcedores. O clube argumenta que os planos ficaram muito tempo com os valores congelados, e diz que não se limitou nos descontos em ingressos e que expandiu o projeto com outros benefícios em serviços e produtos.

NO JOGO DE AMANHÃ (16), o técnico José Ricardo Mannarino promoverá a volta de todos os titulares, poupados na vitória de domingo (13) sobre o Resende por 3 x 0, em São Januário. O zagueiro Ulisses passará por cirurgia, após torcer o tornozelo no primeiro minuto do jogo com o Resende, e Getulio, com problema muscular na coxa, será menos uma opção ofensiva.

Foto: Esporte News Mundo